Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CRÍTICA

Pânico 5: Inteligente, longa honra a franquia com sátira sobre a era da internet

Divulgação/Paramount Pictures

Neve Campbell e Courteney Cox em cena de Pânico 5

Neve Campbell e Courteney Cox em cena de Pânico 5; filme estreia nos cinemas nesta quinta (13)

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 13/1/2022 - 6h15

Mais de uma década depois, a franquia Pânico está de volta com o quinto filme da saga de terror estrelada por Neve Campbell, David Arquette e Courteney Cox. Após revitalizar o gênero nos anos 1990, a série cinematográfica retorna com uma sequência inteligente que honra o seu legado e faz uma sátira sobre a era da internet.

Para os fãs de cinema e cultura pop, a franquia Pânico sempre foi muito mais do que um filme de terror. Cheia de homenagens e referências, a obra idealizada pelo diretor Wes Craven (1939-2015) e o roteirista Kevin Williamson brinca com as "regras" do gênero e subverte algumas delas para chocar a audiência.

A partir de Pânico 2 (1997), a franquia também passou a se especializar no quesito autorreferência. Dentro da trama, uma série de filmes inspirada no massacre de Woodsboro --retratado no original-- passou a fazer parte do universo da mocinha Sidney Prescott (Neve).

Deste modo, Pânico sempre soube beber de outras fontes criativas --além de sua própria-- para entreter. No quinto capítulo, agora nas mãos da dupla de diretores Matt Nettinelli-Olpin e Tyler Gillet, a saga de terror retoma os comentários sobre o gênero e a cultura pop --agora dominada pelas comunidades gigantescas e barulhentas de fãs.

DIVULGAÇÃO/PARAMOUNT

O assassino Ghostface está de volta

O assassino Ghostface está de volta

O longa começa uma década depois dos acontecimentos de Pânico 4 (2011). A pacata cidade de Woodsboro se aproxima do aniversário de 25 anos do massacre realizado por Billy Loomis (Skeet Ulrich) e Stu Marche (Matthew Lillard), mas a aparição de um novo psicopata vestido como Ghostface volta a aterrorizar a população.

A vítima da vez é Tara Carpenter (Jenna Ortega), que de forma surpreendente consegue sobreviver ao ataque mortal do assassino mascarado. Ao ficar sabendo dos acontecimentos, sua irmã mais velha, Sam (Melissa Barrera), retorna a Woodsboro para cuidar da jovem e entender o que está acontecendo.

Sam chega à cidade com o namorado, Richie (Jack Quaid), e vai atrás de Dewey (David Arquette), sobrevivente dos quatro ataques anteriores, para buscar informações de como lidar com um serial killer. O agora ex-policial, que vive recluso em um trailer após se divorciar de Gale (Courteney Cox), prontamente se envolve no caso para explicar as regras de filmes de terror que movimentam as aparições de Ghostface.

Com uma diferença de mais de duas décadas entre o primeiro ataque e o do quinto filme, as regras do gênero de terror no cinema mudaram. O século 21 viu a popularização do chamado "terror elevado", de filmes como A Bruxa (2015), Corra! (2017) e Hereditário (2018), e a inversão destas "leis" tornam-se piadas no texto escrito a quatro mãos por James Vanderbilt e Guy Busick.

DIVULGAÇÃO/PARAMOUNT

Melissa Barrera é a protagonista de Pânico

Melissa Barrera é a protagonista de Pânico

Uma nova geração de jovens é introduzida como potenciais vítimas de Ghostface, mas suas ligações com outros filmes da franquia fazem da experiência de assistir ao quinto longa mais prazerosa para aqueles que já conhecem o cânone. Nas palavras dos próprios personagens, "tudo leva de volta ao original".

Para fortalecer ainda mais a ligação de Pânico com o seu predecessor, o diretor trouxe de volta Sidney, Gale e Dewey para liderar a nova geração em uma espécie de reboot-sequência. Os personagens originais estão ali e são importantes para a trama, mas sem ofuscar os novatos, em uma clara passagem de bastão.

Pânico --ou Pânico 5, já que até mesmo o título do filme é ironizado no diálogo entre os personagens--, é um longa que homenageia o seu legado sem deixar de olhar para frente. Se a chamada Geração Z e suas tribos de fãs em fóruns de discussão dominam a internet e a cultura pop, agora são eles o foco da piada. E, para a alegria do público fiel à franquia, ela é feita de maneira inteligente e, claro, aterrorizante.

Assista ao trailer de Pânico:


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.