Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MACARENA ACHAGA

Na HBO Max, atriz de Amar a Morte enfrenta preconceito de Hollywood

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Macarena Achaga em ensaio fotográfico

Macarena Achaga em ensaio fotográfico; atriz de Amar a Morte participa de filme de Hollywood

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 15/6/2022 - 6h15

Intérprete de Valentina em Amar a Morte (Globoplay), Macarena Achaga enfrentou o preconceito de Hollywood em seu novo trabalho, o filme O Pai da Noiva (HBO Max). A atriz argentina afirmou que os "hermanos" dificilmente são escalados para produções norte-americanas e que sentiu-se honrada com esse desafio.

"É a primeira vez que falo da Argentina [em um trabalho] e é algo muito bonito porque acredito que não existe muita representação das minhas raízes argentinas, em especial, no exterior. Então, me sinto muito honrada", destaca Macarena durante a apresentação do longa à imprensa internacional, em que o Notícias da TV esteve presente.

O novo filme da HBO Max é a terceira versão cinematográfica do romance O Pai da Noiva, escrito por Edward Streeter (1891-1976). Na nova edição, a Warner Bros. Pictures adaptou o enredo para que ele fosse protagonizado por duas famílias latinas.

A história acompanha Billy (Andy Garcia), patriarca da família Herrera e que vive uma crise em seu casamento. Após concluir a faculdade de Direito, Sofia (Adria Arjona), filha mais velha de Billy, volta para casa com uma surpresa: ela está noiva de Adan (Diego Boneta).

Contudo, o jovem casal quebra todas as tradições: a mulher que pediu o homem em casamento, eles não querem uma tradicional cerimônia religiosa e decidem assumir os custos da festa, algo que seria obrigação do pai da noiva. Assim, Billy precisa enfrentar esse choque de culturas e gerações em nome da felicidade da filha.

Macarena interpretou Julieta, parente de Adan, e defende a mudança na escalação da trama. "É bonito que os latinos, os que falam espanhol especialmente, se unam. Sinto que existe uma espécie de discriminação entre nós mesmos por causa do sotaque, da região ou da nossa cultura. Acredito que é muito bonito o que o Gaz [Alazraki, diretor do filme] construiu pois, no final do dia, isso nos unifica."

É muito bonito levar um pouco da minha terra, da minha cultura, do meu sotaque para Hollywood. É uma mensagem de como os os latinos podem se unir e conquistar objetivos no exterior.

O Pai da Noiva estreia na quinta-feira (16) na HBO Max. Assista ao trailer:

TUDO SOBRE

Filme

HBO Max


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.