Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ANO DO MEDO

Conheça as dez estreias de filmes de terror mais aguardadas de 2022

DIVULGAÇÃO/PARAMOUNT PICTURES

Imagem do personagem Ghostface, antagonista do novo filme de Pânico; de pé em um corredor escuro

Ghostface retorna em novo filme de Pânico; longa é um dos destaques para o ano de 2022

ANDRÉ RICARDO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 4/1/2022 - 6h15

De monstros, assassinos em série a espíritos, criaturas assustadoras esperam os cinéfilos em 2022. Na lista de filmes de terror que estreiam no ano, estão reboots, sequências e novas histórias, entre eles a continuação de franquias famosas como Halloween e o Massacre da Serra Elétrica, além da inédita Nope, do aclamado diretor Jordan Peele.

Entre as dez mais aterrorizantes produções do ano estão opções de filmes que serão lançados no cinema ou diretamente no catálogo de streamings, como a Netflix, Star+ e HBO Max.

Confira a lista que o Notícias da TV preparou com as produções mais aguardadas do gênero para este ano:

  • Pânico (13 de janeiro)

Uma década após o último filme, Pânico está de volta com o famoso assassino mascarado. A trama da nova produção se passa 25 após os eventos que abalaram a cidade de Woodsboro, em que um novo assassino se apropria da máscara de Ghostface e começa a perseguir um grupo de jovens.

O longa contará com o retorno da protagonista Sidney Prescott (Neve Campbell), além da repórter Gale Weathers (Courteney Cox) e do xerife Dewey (David Arquette), que sobreviveram aos assassinatos dos filmes anteriores e voltam para investigar os acontecimentos recentes. 

Com distribuição da Paramount, a sequência será a primeira sem a direção de Wes Craven, que morreu em 2015. Contudo, os novos diretores, Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillertt, que dirigiram Casamento Sangrento (2019), prometeram manter o legado de Craven.

  • The Black Phone (4 de fevereiro)

Baseado em um conto do escritor Joe Hill, filho de Stephen King, The Black Phone gira em torno da história de Finney Shaw (Mason Thames), um garoto de 13 anos sequestrado por um serial killer chamado The Grabber (Ethan Hawke). Scott Derrickson (Doutor Estranho e A Entidade) é quem dirige o filme.

Finney é trancado em um porão à prova de som e lá descobre um velho telefone preto desconectado da parede. O aparelho emite vozes misteriosas das vítimas anteriores do assassino, que tentarão ajudar o garoto a escapar.

  • O Massacre da Serra Elétrica (18 de fevereiro)

Continuação direta do clássico de 1974 dirigido por Tobe Hooper, o filme é uma produção da Netflix. O enredo se passa alguns anos após os eventos do original e mostra como o assassino Leatherface reaparece.

A trama também apresentará a história de um grupo de jovens que viaja até uma cidade remota do Texas, mas acabam por encontrar o icônico assassino, que passará a persegui-los com sua serra elétrica.

O elenco inclui Elsie Fisher (Oitava Série), Sarah Yarkin (A Morte Te Dá Parabéns 2), Jacob Latimore (Maze Runner), Nell Hudson (Outlander) e Moe Dunford (Vikings). 

Única sobrevivente do massacre do filme de 1974, a personagem Sally Hardesty está de volta. Contudo, será interpretada pela atriz Olwen Fouéré, que substitui a atriz Marilyn Burns, morta em 2014.

O longa contará com a produção de Fede Álvarez, responsável pelos longas A Morte do Demônio (2013) e O Homem nas Trevas (2016) e direção de David Blue Garcia (Tejano).

  • The Northman (22 de abril)

Pouco se sabe sobre a trama do novo filme do diretor Robert Eggers, a não ser que ela contará a história de um príncipe viking que sai em uma jornada para vingar a morte de seu pai. 

Eggers foi o responsável pela produção dos aclamados A Bruxa (2015) e O Farol (2019), e a julgar por seus filmes anteriores, é esperado que o longa surpreenda os fãs. O elenco é formado por nomes conhecidos como Alexander Skarsgard, Anya Taylor-Joy, Nicole Kidman, Ethan Hawke, Willem Dafoe, e Björk.

  • Nope (21 de julho)

Jordan Peele retorna para mais uma produção que deve dar nó na cabeça de muita gente. Se em Corra! (2017) e Nós (2019) o diretor conseguiu fisgar o público com narrativas que misturavam terror, suspense e críticas sociais, o mesmo é esperado de Nope.

Até o momento, nenhum detalhe sobre a história do filme foi divulgado, apenas seus enigmáticos título e pôster. Na imagem, uma nuvem carregada arrasta bandeirinhas por cima de uma pequena cidade no meio de um vale.

Além de dirigir, Peele escreveu e produziu o longa, que terá o elenco formado pelos atores Daniel Kaluuya (Corra!), Keke Palmer (Scream Queens) e Steven Yeun (The Walking Dead).

  • Halloween Ends (14 de outubro)

Terceiro e último filme da trilogia iniciada em 2018, Halloween Ends enterra o histórico embate entre Michael Myers e Laurie Strode, personagem de Jamie Lee Curtis. 

O longa seguirá os eventos de Halloween Kills (2021), em que moradores da cidade de Haddonfield se unem para lutar contra o vilão mascarado, mas obviamente nada sai como o planejado.

De acordo com o diretor da saga, David Gordon Green, o filme terá em seu enredo elementos referentes à pandemia e temas políticos.

  • Evil Dead Rise (sem data)

Sem uma data de estreia definida, Evil Dead Rise faz parte do universo da trilogia original de Uma Noite Alucinante, mas não será uma continuação do clássico de 1981, nem do reboot de 2013. O longa trará uma nova história, dessa vez ambientada em um cenário urbano. 

A trama acompanhará a vida de duas irmãs, interpretadas pelas atrizes Alyssa Sutherland (Vikings) e Lily Sullivan (I Met a Girl), que se reencontram após um longo período afastadas. Elas descobrem um antigo livro, são atacadas por demônios e precisam lutar por sua sobrevivência. 

Dirigido por Lee Cronin (The Hole in the Ground), a produção já teve suas gravações encerradas. Sam Raimi, criador da franquia e Bruce Campbell, protagonista dos originais, aturam como produtores no filme, que será lançado pela HBO Max.

  • Hellraiser (sem data)

Outro clássico que chegará às telas em 2022 será Hellraiser, mas dessa vez o famoso vilão Pinhead será interpretado por uma mulher. A atriz que dará vida ao Cenobita será Jamie Clayton, uma das estrelas da série Sense8 (2015-2018).

Quem dirige o filme é David Bruckner, responsável por A casa Sombria (2020) e O Ritual (2017). Hellraiser será uma versão mais fiel ao livro The Hellbound Heart, escrito por Clive Barker, que dirigiu o clássico de 1987. Barker, inclusive, atuou ao lado de Bruckner como produtor do reboot.

O elenco conta com Odessa A’zion (Grand Army), Brandon Flynn (13 Reasons Why), Selina Lo (Boss Level) e Goran Visnjic (Santa Clarita Diet). Com gravações finalizadas, a produção é esperada na plataforma Hulu, substituída no Brasil pelo Star+. Ainda não há informações sobre exibição nos cinemas.

  • A Órfã 2: A Origem (sem data)

Dirigida por William Brent Bell (Boneco do Mal), a produção é uma prequela do filme A Órfã, lançado em 2009. A trama do longa contará a origem da personagem Esther (Isabelle Fuhrman).

Fuhrman retorna treze anos após seu papel no primeiro filme. A atriz reviverá a psicopata Leena Klammer, em sua fuga de um hospital psiquiátrico na Estônia rumo aos Estados Unidos, onde se disfarça como Esther, uma garota perdida.

  • Olhos Famintos: Reborn (sem data)

Mais um icônico vilão retorna para fazer novas vítimas, trata-se de The Creeper, antagonista de Olhos Famintos, filme lançado em 2001. O quarto filme, na verdade, será um reboot da franquia criada por Victor Salva, que não está envolvido na produção. 

O enredo acompanhará a vida do casal Chase (Imran Adams) e Laine (Sydney Craven), que participarão de um festival de terror chamado Horror Hound, na Louisiana. Laine começa a ter premonições e visões sobre o passado da cidade, em especial com a lenda sobre a criatura The Creeper. A garota logo desconfia que algo maligno e sobrenatural foi invocado durante o evento, e que ela faz parte disso.

O filme terá a direção de Timo Vuorensol e roteiro de Sean Michael Argo, e promete ser parte de uma nova trilogia, que dará um novo rumo para a franquia. 


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.