Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Egos

Promoção de repórter da GloboNews ao Jornal Hoje causa desconforto na Globo

Reprodução/TV Globo

O jornalista Marcelo Cosme apresenta o Jornal Hoje no cenário newsroom da Globo em São Paulo

Marcelo Cosme na bancada do Jornal Hoje do último sábado: ciumeira e injustiça nos bastidores da Globo

DANIEL CASTRO

dcastro@noticiasdatv.com

Publicado em 27/9/2019 - 5h38
Atualizado em 27/9/2019 - 15h00

A estreia do jornalista Marcelo Cosme no Jornal Hoje, no último sábado (21), até agora não foi totalmente digerida nos bastidores da Globo. Profissionais estranharam o fato, inédito, de um apresentador da GloboNews ter sido escolhido para dar plantão em um telejornal da maior rede do país. Essas pessoas defendem que o mais justo seria promover apresentadoras mais antigas, da própria Globo, como Gloria Vanique, Mariana Gross e Michelle Barros.

Cosme não é o primeiro jornalista da GloboNews a apresentar o JH, mas isso só correu algumas vezes nos 23 anos do canal. Antes dele, passaram pelo Hoje Renata Vasconcellos e André Trigueiro, e Maria Beltrão acumulou o Entre Aspas com plantões nos jornais locais da Globo no Rio de Janeiro.

O que chama a atenção dos críticos da promoção de Cosme é que ele virou titular de um programa há apenas oito meses. Ele assumiu o Em Pauta, da GloboNews, no fim de janeiro, após a saída de Sérgio Aguiar, atualmente na Record.

Antes, Cosme era repórter de política da GloboNews em Brasília e, como setorista do Supremo Tribunal Federal, frequentava os principais telejornais da Globo. Um site que vende palestras de jornalistas atribui a ele "furos de reportagem como a condução coercitiva do ex-presidente Lula, a revelação dos áudios entre Dilma e Lula que impulsionaram o processo de impeachment e a prisão do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha".

Cosme estreou no Jornal Hoje com o pé direito. A edição de sábado deu 12,4 pontos, uma das maiores audiências do telejornal no ano. Seu desempenho foi muito comentado nas redes sociais. O jornalista exerce grande atração sobre o público gay e já foi chamado de "repórter gato".

Dar plantões no Jornal Hoje e no Jornal Nacional é sinal de prestígio na Globo. E Cosme, apurou o Notícias da TV, está em alta principalmente com Miguel Athayde, diretor-geral da GloboNews, e com Silvia Faria, segundo nome na hierarquia do Jornalismo da Globo. Um feito e tanto para um profisional que há cinco anos virou chacota por não conseguir falar Jacarepaguá em uma entrada ao vivo. Confira:

Nem tudo são espinhos

A despeito de eventuais injustiças, a promoção de Marcelo Cosme ao JH também foi motivo de elogios. Fontes apontam uma quebra de paradigma e aplaudem o esforço da Globo para aumentar a representatividade em sua programação, que dará um salto na próxima segunda (30), com a estreia de Maria Júlia Coutinho como titular do mesmo JH e de Érico Brás no novo Se Joga.

Procurada, a Globo preferiu não comentar.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você acha que a Globo deu um tiro no pé em reprisar uma novela tão recente como A Força do Querer?

Sim, 2017 é logo ali
21.50%
Não, a novela merece ganhar esse espaço atual
18.71%
Vacilaram, tinham outras opções
42.04%
Não vejo, não sou capaz de opinar
17.75%