Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MERCADO PUBLICITÁRIO

Globo troca diretor comercial pela terceira vez em 3 anos e promove mulher

Divulgação/Globo

Montagem com fotos posadas dos executivos Eduardo Schaeffer e Manzar Feres

Os executivos Eduardo Schaeffer e Manzar Feres; ela o substituirá no comando da área comercial da Globo

DANIEL CASTRO

dcastro@noticiasdatv.com

Publicado em 9/3/2021 - 13h33
Atualizado em 9/3/2021 - 13h50

A Globo anunciou nesta terça-feira (9) a engenheira Manzar Feres como executiva número um da área de negócios comerciais. Primeira mulher no topo da hierarquia do setor, Manzar será a quarta profissional a assumir o poderoso departamento comercial da Globo em pouco mais de três anos. Ela substitui Eduardo Schaeffer, que estava no cargo desde março de 2019.

De 2000 até dezembro de 2017, a área comercial da Globo foi comandada por Willy Haas. Em 2018, a direção-geral de negócios passou para Marcelo Duarte, que vinha sendo preparado por Haas. Duarte, no entanto, ficou na posição apenas um ano e três meses.

Schaeffer promoveu uma grande transformação no departamento que já chegou a faturar quase R$ 12 bilhões por ano e que passou a ser chamado de Diretoria de Negócios Integrados em Publicidade. Ex-Zap, uma plataforma digital de venda e locação de imóveis, ele integrou todas as áreas de comercialização da emissora, dentro do projeto Uma Só Globo e da ambição da empresa de se tornar uma "media tech".

Até então, as áreas comerciais de TV Globo, canais Globosat, Globoplay e Som Livre eram separadas. Profissionais que só negociavam intervalos comerciais na TV aberta, o filé mignon, passaram a vender também banners em sites.

O processo de transformação liderado por Schaeffer foi finalizado em maio do ano passado, quando foi anunciada a demissão de dois executivos e a reorganização do departamento.

A área comercial da Globo está em crise desde 2015, quando a retração econômica reduziu os investimentos publicitários em todas as redes de TV aberta. Em 2019, faturou R$ 9,7 bilhões, uma queda de 18,5% em relação aos R$ 11,9 bilhões que arrecadou em 2014 só com TV aberta.

No ano passado, com a pandemia do novo coronavírus, a situação piorou, e as demissões se aceleraram. No segundo trimestre, faturou R$ 2,5 bilhões, R$ 1 bilhão a menos que no mesmo período de 2019.

Apesar dos números, o trabalho de Schaeffer tem sido reconhecido pela cúpula da Globo, por ter realizado a transição do comercial da emissora para um mundo mais digital. Manzar Feres, sua substituta, foi contratada por ele.

A executiva está na Globo desde agosto de 2019, no cargo de diretora de comercialização. Antes, ela trabalhou na Serasa Experian, como diretora de canais de vendas e estratégia comercial, e na IBM e PwC.

As mudanças, confirmadas por fontes do Notícias da TV, foram anunciadas na manhã desta terça internamente por Jorge Nóbrega, presidente do conselho administrativo da Globo.

Confira o comunicado na íntegra:

"Manzar Feres assume a direção de Negócios Integrados da Globo

Primeira liderança feminina a ocupar o posto mais alto da área de negócios da companhia, executiva dará continuidade ao modelo implementado por Eduardo Schaeffer

A Globo anunciou na manhã de hoje, dia 9 de março, a condução de Manzar Feres ao cargo de diretora de Negócios Integrados em Publicidade da Globo. A executiva assume o posto até então ocupado por Eduardo Schaeffer, que deixa a empresa para investir na área de inovação e tecnologia em projetos de educação.

Manzar Feres terá como principal missão dar continuidade ao modelo de atuação implementado por Schaeffer, que tem como marcos a busca constante de inovação, o bom uso de dados e tecnologia, a parceria com o mercado e a oferta de produtos e soluções customizados para as marcas. Juntos, Schaeffer e Manzar foram responsáveis por transformar a diretoria Comercial da Globo, que passou a ter uma atuação consultiva orientada aos principais setores da economia. Com um time de especialistas nos mercados de bens de consumo, varejo, telecomunicações, financeiro e automotivo, a equipe comandada por Manzar tem sua atuação pautada por um modelo de atendimento centrado na escuta ativa dos clientes e no desenvolvimento de ofertas customizadas a partir de suas demandas.

"A liderança e a visão estratégica de Manzar foram determinantes neste último ano, em que todos os nossos esforços foram colocados à prova com os impactos da crise do coronavírus. Estamos avançando na transformação de nosso modelo de negócios, na forma como nos relacionamos com o mercado, e nesta sucessão vamos garantir a continuidade e a evolução da nossa parceria com clientes e agências", declarou Jorge Nóbrega, presidente-executivo da Globo.

Com uma visão fortemente centrada na entrega de resultados, a gestão de Manzar tem como foco a flexibilização e a parceria com clientes e agências para o desenvolvimento de soluções adaptadas à realidade do momento, totalmente alinhadas com os objetivos e necessidades de negócios dos anunciantes.

"Tudo o que construímos nos últimos dois anos é o alicerce da Globo que queremos no futuro: uma empresa sólida, parceira, focada na análise constante dos resultados, que conhece profundamente o seu público e o consumidor de cada um dos seus parceiros comerciais, que olha para os seus produtos pela ótica de seus clientes", destacou Manzar.

O encerramento da missão de Eduardo Schaeffer no Grupo Globo também foi ressaltado por Nóbrega em comunicado enviado a todos os colaboradores da empresa. "Edu exerceu um papel fundamental no desenho da nova atuação da área e, com seu perfil inquieto, nos conduziu por novos caminhos: passamos a oferecer formatos inovadores e diversificados de comercialização, atendimento segmentado e soluções customizadas para os clientes, de acordo com suas necessidades. Sempre com a preocupação de nos mantermos parceiros dos anunciantes, cientes de que uma relação só é boa quando todos saem ganhando. Todo esse trabalho já apresentou frutos concretos em 2020, e vai gerar um impacto positivo crescente nos próximos anos, com a continuidade garantida pela equipe excepcional que Edu ajudou a criar", escreveu Nóbrega.

À frente da diretoria de Negócios Integrados em Publicidade, Eduardo Schaeffer foi responsável por diversos avanços no modelo de comercialização e precificação, além do desenvolvimento de produtos e de soluções para o mercado, como o T-Commerce, o Globo Impacto, o Globo Ads, a Mesa de Performance e o Globo SIM, gerando valor e benefícios para todo o ecossistema de publicidade regional e nacional. Em linha com seus novos projetos, Schaeffer foi convidado por José Roberto Marinho e vai fazer parte do conselho da Fundação Roberto Marinho.

Com a saída de Schaeffer, o relacionamento institucional com as entidades do setor, como CENP, CONAR, IAB, ABA e ABAP, ficará a cargo da vice-presidência de Relações Institucionais da Globo, liderada por Paulo Tonet Camargo."


Leia também

Web Stories

+
Pedido divino e ‘cutucada’ no Facebook: 5 casais famosos que se conheceram onlineChurrasqueira em chamas e perseguição animal: Melhores momentos do Domingão do FaustãoAnitta, Juliette e Paolla Oliveira: Famosos que se posicionaram politicamente na webDe violência doméstica a desemprego: Como está o elenco de Roque SanteiroDe Fernanda Montenegro a Sônia Braga: Cinco atrizes que entraram para a história

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual o melhor reality show exibido no momento?