Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVELA DAS NOVE

Globo intervém em Amor de Mãe e corta personagens e imagens tremidas

Fotos: Reprodução/TV Globo

Luiz Carlos Vasconcelos, Regina Casé e Nanego Lira discutem em cena de Amor de Mãe, em que formam triângulo amoroso

Luiz Carlos Vasconcelos, Regina Casé e Nanego Lira em cena; Lurdes passou a ter mais cenas de humor

DANIEL CASTRO e MÁRCIA PEREIRA

dcastro@noticiasdatv.com

Publicado em 10/2/2020 - 5h18

Para evitar que seu principal produto afundasse no Ibope, a cúpula da Globo interveio e iniciou há cerca de um mês uma série de mudanças em Amor de Mãe. Elogiada pela crítica por sua linguagem de cinema e de série, a novela foi duramente criticada por telespectadores comuns justamente por esses aspectos ditos "inovadores".

Diretor de Dramaturgia da emissora, Silvio de Abreu determinou à autora Manuela Dias e ao diretor artístico José Luiz Villamarim que concentrassem a história, eliminassem personagens secundários que não estavam funcionando, clareassem as cenas, usassem mais closes, parassem com as imagens tremidas da câmera na mão e dos planos-sequência. Exigiu ainda melhoras na sonoplastia.

Amor de Mãe também ganhou um "alívio cômico", buscando corrigir uma de suas principais "falhas", a falta de um núcleo de humor. Até a protagonista Regina Casé, uma atriz cômica em um papel dramático, foi escalada para virar o jogo. Lurdes virou detetive, arrumou dois pretendentes e até uma empregada para implicar com ela.

Matias (Milhem Cortaz) e Miranda (Debora Lamm) se separaram para terem novos pares e cenas "engraçadinhas", como o caso dele com uma enfermeira que surge em seu consultório fantasiada ou a dona de casa matando uma barata a chineladas sozinha. E a vilania, negada pela autora, ficou bem evidente na figura de Álvaro (Irandhir Santos). Para gerar mais conflitos, o malvado ganhou novos inimigos.

As alterações já vêm surtindo efeito. A audiência da novela, que ficou atrás de Bom Sucesso 18 dias em seus dois primeiros meses de exibição, fechou as últimas três semanas ligeiramente acima dos 30 pontos na Grande São Paulo, o mínimo aceitável pela emissora para o horário.

Figurantes de luxo

Até agora, oito personagens de Amor de Mãe morreram, um número alto, mas aparentemente dentro do previsto por Manuela Dias. A maior parte dos atores afetados pela centralização da trama continua no elenco da novela. Porém, ficaram sem função. O Notícias da TV contou 21 personagens que estão fazendo figuração de luxo.

É o caso do núcleo de bandidos, desvalorizado após a morte de Kátia (Vera Holtz) e o deslocamento de Sandro (Humberto Carrão) para os cenários de Lurdes e de Vitória (Taís Araujo).

Irandhir Santos e Murilo Benício na trama; cenas estão mais claras, e vilão ganhou inimigo 

Também perderam espaço personagens ligados à trama da tenista Marina (Erika Januza), no momento atravessando uma decepção amorosa; e os alunos da professora Camila (Jéssica Ellen), que trocou a militância na educação pública pelo drama de se tornar mãe sem poder engravidar após perder o bebê que esperava.

A história principal segue seu curso, com as mortes, os mistérios e o cruzamento dos personagens. Mas algumas tramas não evoluíram. Como a de Clara Galinari, a Brenda. Portadora de uma doença rara que moveria a estrutura da família de Lurdes, ela mal aparece em cena.

Para tornar a novela mais ensolarada, cenas noturnas foram trocadas por diurnas. Os planos-sequência, tão festejados pelos noveleiros profissionais, praticamente sumiram, assim como as sequências que não mostravam os rostos dos atores, como se o telespectador estivesse espiando a conversa. A direção ainda enquadra personagens de costas, porém agora corta para mostrar a cara, a expressão, a emoção de quem está em cena.

Os flashbacks também foram vítimas dos ajustes de Silvio de Abreu. Os personagens continuam visitando o passado, mas sem emular a série This Is Us.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você acha que a Globo deu um tiro no pé em reprisar uma novela tão recente como A Força do Querer?