RECORDE DO STREAMING

Com BBB20 de carro-chefe, Globoplay tem 4,5 milhões de horas de consumo em um dia

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Thelma em discussão com Flayslane (de costas) na madrugada de terça (24) no BBB20

Thelma em discussão com Flay (de costas) na madrugada de terça (24) no BBB20: dia de recorde no Globoplay

DANIEL CASTRO e VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 28/03/2020, às 04h49

Não são só a TV aberta e a TV paga que estão em alta no período de quarentena. O consumo de conteúdo online também disparou nas duas últimas semanas. Segundo maior serviço de streaming do país, atrás apenas da Netflix, o Globoplay bateu recorde na última terça (24), quando atingiu 4,5 milhões de horas de consumo em um único dia.

De acordo com dados obtidos com exclusividade pelo Notícias da TV, o carro-chefe do streaming do Grupo Globo é o BBB20. O pay-per-view e os vídeos do reality são os conteúdos mais populares entre os usuários da plataforma.

O crescimento repentino nos acessos aconteceu com o aumento no consumo de séries e infantis. A semana de 16 a 22 de março teve um salto de 27% em horas assistidas em comparação com o período de 9 a 15 de março, quando as principais regiões do país ainda não tinham começado a quarentena do coronavírus.

Na segunda quinzena do mês, o Globoplay disponibilizou para não assinantes as produções voltadas a crianças. O resultado foi um aumento de 381% no consumo da categoria infantil. Detetives do Prédio Azul foi a atração mais vista por esse público.

Entre os usuários adultos, as séries mais populares foram Impuros e Arcanjo Renegado, originais Globoplay, e 1 Contra Todos, adquirida da Fox.

O streaming vem recebendo um investimento pesado da Globo. Em 2020, consumirá R$ 1 bilhão entre tecnologia e conteúdo. Apesar de ter cerca de 20 milhões de usuários eventuais, fala-se que o serviço tem entre 1 milhão e 3 milhões de usuários pagantes --a empresa não divulga números de assinantes.

O Globoplay teve um crescimento vigoroso em 2019. Em janeiro deste ano, o Notícias da TV apurou que o total de horas consumidas aumentou 69% em relação a 2018, de 234 milhões de horas para 396 milhões.

Considerando que, no ano passado, o streaming da Globo teve média de 1,1 milhão de horas assistidas por dia, o recorde da última terça demonstra o quanto o período de quarentena é capaz de inflacionar os números de consumo online.

A plataforma já dá resultados para o grupo. Segundo Manuel Belmar, diretor-geral de Finanças da Globo, as receitas com assinaturas do Globoplay cresceram 55% no ano passado e ajudaram a compensar a queda de 8% em publicidade.

Daniel Castro
DANIEL CASTRO transformou a coluna de Televisão da Folha de S.Paulo na mais relevante do país durante sua passagem pelo jornal, entre 1991 e 2009. Trabalhou no Notícias Populares (1995-96) e R7 (2009-13). E-mail: dcastro@noticiasdatv.com

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve reprisar depois de Novo Mundo?

Últimas notícias