Baseado em livro

Vida de Luiza Brunet vira filme e minissérie em quatro capítulos na Globo

Leo Franco/Agnews

A ex-modelo Luiza Brunet durante evento de beleza realizado em São Paulo na última terça (19) - Leo Franco/Agnews

A ex-modelo Luiza Brunet durante evento de beleza realizado em São Paulo na última terça (19)

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 21/02/2019, às 05h52

Luiza Brunet terá sua vida retratada em um longa da Globo Filmes, que depois vai virar minissérie em quatro capítulos para ser exibido na TV. A produção vai selecionar uma jovem atriz para interpretar a ex-modelo na fase em que mais fez sucesso nas passarelas e capas de revistas (inclusive as masculinas), nos anos 1980. 

"É baseado no livro que lancei em 2014, Luiza. Eu recebi o convite da Carolina Kotscho, que foi roteirista de 2 Filhos de Francisco [A História de Zezé Di Camargo & Luciano, de 2005]. É um privilégio poder contar a minha história, eu tenho noção disso", comenta a beldade.

Aos 56 anos, ela se tornou ativista contra a violência doméstica após denunciar seu ex-companheiro, o bilionário Lírio Parisotto, por agressão em 2016. Ele foi condenado no último dia 14 pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

O empresário vai ter de prestar serviços comunitários por um ano e se apresentar mensalmente no fórum, além de não poder sair do país sem autorização da Justiça. Ainda cabe recurso da decisão no Superior Tribunal de Justiça.

O caso polêmico fará parte do filme. Luiza conta que aprendeu a contar sua história, inclusive os episódios que gostaria de não ter vivido. "Tem um recorte grande dos anos 1980, em que eu tinha o título de top model, e vai numa crescente até os dias de hoje. Não esconde nada", resume a empresária.

Bilionário condenado foi sócio de afiliada da Globo
À frente do projeto, Carolina Kotscho vai se deparar com uma saia justa. Parisotto foi sócio durante cinco meses da rede afiliada da Globo em Santa Catarina. Ele deixou o Grupo RBS de Comunicação um mês após virar réu sob a acusação de agressão. 

"Fui uma criança que presenciava violência doméstica em casa, mas a gente não sabia o que era. O marido batia na mulher, e a vizinha falava: 'Não larga, não. Hoje está bêbado, amanhã está legal'. Mulher desquitada naquela época era vagabunda", lamenta Luiza à reportagem.

"Graças a Deus que a sociedade mudou. No meu caso, tudo me deu muita força para trabalhar no enfrentamento da violência. Acho que estou fazendo o meu papel como mulher, como cidadã, como exemplo", diz a morena.

Relatos dolorosos dos dois abortos que fez 
A trajetória da ex-modelo conta ainda com outras polêmicas. Em seu primeiro casamento, com Gumercindo Brunet, ela fez um aborto. Tinha apenas 17 anos. Também interrompeu uma segunda gravidez oito meses depois do nascimento de seu filho caçula, Antônio, 19 anos.

Casada durante 25 anos com o pai de seus dois herdeiros --ela também é mãe da modelo Yasmin Brunet, 30 anos--, o empresário argentino Armando Fernandez, Luiza ainda teve uma experiência homossexual, episódio que consta em seu livro e que deve fazer parte do longa.

Luiza foi símbolo sexual de toda uma geração. Fez o primeiro ensaio fotográfico de nudez aos 17 anos. Considerada até hoje uma das mulheres mais bonitas do país, ela diz que aprendeu a "passar a chuteira e a bola para as próximas beldades que estão vindo". Luiza também já atuou em novelas, participou de Velho Chico em 2016.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que castigo Isabel merece no final de Espelho da Vida?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook