Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ENTROU NA JUSTIÇA

Sarah Poncio e Jonathan Couto terão que devolver filho adotivo para mãe biológica

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Uma montagem com duas fotos: uma de Jonathan e Josué, à esquerda, e outra com Sarah e Josué, à direita. Todos estão sorrindo para as fotos.

Jonathan Couto e Sarah Poncio posando com Josué em suas redes sociais; a adoção foi interrompida

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 9/12/2021 - 14h58

Sarah Poncio e Jonathan Couto foram impedidos de dar continuidade no processo de adoção de Josué, de dois anos, que estava junto com o casal desde o início de 2020. A mãe biológica do menino entrou na Justiça para solicitar a guarda da criança, que foi concedida.

A assessoria de Sarah confirmou a informação nesta quinta-feira (9) em nota divulgada para a imprensa. O casal, que se separou há dois meses, tem a guarda dos dois filhos biológicos, João e José. Couto também é pai da Madalena, fruto de sua relação com Letícia Almeida.

"Ao tomar conhecimento dos fatos, a família Poncio se encontrou em uma situação que nenhuma família deveria vivenciar: a perda irreparável de uma criança", afirmou a nota. Segundo o comunicado, a adoção foi baseada na "esperança de resgatar uma criança em situação de vulnerabilidade social" e o processo "correu com o respaldo da lei, além de aprovação e bem entendimento de ambas as partes".

"O amor de mãe é um sentimento inexplicável e capaz de fazer tudo pelos pequenos. A separação de uma família com o seu bebê é um ferimento que pode jamais ser curado. Sarah agradece as mensagens de apoio e orações feitas através das redes sociais. Seguimos desejando tudo de melhor para o Josué, que sempre terá seu espaço no lar da família Poncio", finalizou a assessoria.

Horas após a publicação da nota, a própria influenciadora digital publicou um texto. "Quando eu encontrei o Josué, eu me tornei mãe mais uma vez. Ao longo de toda nossa experiência, compartilhei todo o amor que pude com esse bebê, que tanto merecia afeto e carinho. Não importa o que digam, eu serei eternamente sua mãe. Eu cuidei dele com zelo, nutri com afago e vivi sua vida em cada célula do meu corpo", escreveu Sarah em sua rede social.

Ela afirmou que se sente "perdida" e relatou a dor de ter que devolver a criança. "Eu perdi um filho. Me foi tirado meu filho! Estou quebrada por dentro, como se minha casa tivesse sido invadida, e meu lar, que sempre me proporcionou segurança, tivesse sido violado", desabafou.

"Preciso encontrar forças. Meus outros filhos dependem disso. Mas por hora, só consigo orar. Pedir a Deus que acompanhe o meu filho e nunca o desampare. E quando precisar, estarei aqui. Pois uma mãe, jamais deixa de ser mãe. O nosso amor não tem distância, validade ou DNA. O nosso amor, o MEU amor, é incessante, inalterável e infinito", finalizou Sarah.

A notícia de que a guarda de Josué tinha sido reivindicada foi divulgada pelo perfil de entretenimento no Instagram identificado como Caso Família. A publicação esclarece que a mãe biológica de Josué está "psicologicamente mal" e "quer o filho de volta de todo jeito". A família biológica do menino vive na cidade de Fortaleza, no Ceará.

Saulo Poncio, irmão de Sarah, fez um post na madrugada de quinta-feira (9) com um fundo preto e os dizeres "The End" (O Fim). Gabi Brandt, cunhada de Sarah, publicou fotos do garoto brincando com seus filhos.

Confira abaixo o texto publicado por Sarah na íntegra.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.