Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVO MERCADO

Repórter do Vídeo Show, Carioca vira cervejeiro e aposta em bebida com cajá

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Marvio Lúcio, o Carioca, em participação no Conversa com Bial: humorista da Globo virou cervejeiro - REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Marvio Lúcio, o Carioca, em participação no Conversa com Bial: humorista da Globo virou cervejeiro

REDAÇÃO

Publicado em 4/1/2019 - 5h24

Integrante do Vídeo Show desde agosto de 2018, o humorista Marvio Lúcio, mais conhecido como Carioca, decidiu se aventurar em um mercado fora da televisão. O ex-integrante do Pânico lançou uma cerveja artesanal com adição de cajá na receita. Batizada de Bad Company, a bebida conta com outros ingredientes em sua composição: tapioca, coentro, pimenta rosa, mate, casca de laranja e limão cravo. 

"Está sendo uma aventura desenvolver, criar e produzir cerveja artesanal no Brasil. São 3 meses de alegria, a Bad Company vem sendo muito bem aceita no mercado cervejeiro pela seriedade em que estamos colocando no produto", escreveu Carioca em seu Instagram. Ele comemorou o fato de ter saído na capa de uma revista especializada desse setor. 

Lançada em setembro, a bebida do humorista é comercializada em um site que só vende cervejas. Mas experimentar a produção pode doer no bolso: a lata de 473 ml custa R$ 28,90. Apenas como comparação, a latinha de 269 ml de uma popular cerveja brasileira custa, em média, R$ 1,99 nos supermercados. 

A Bad Company de Carioca, porém, foca no mercado das artesanais, que têm um preço mais elevado. É uma Witbier, o que signfica que é feita de trigo temperada com sementes de coentro e cascas de laranja. De acordo com a descrição no site em que é vendida, a bebida é a prova de que não é só de humor que o repórter do Vídeo Show entende, mas também de cerveja. 

"No visual, uma belíssima coloração amarelo palha, com espuma de média formação e persistência. Já no aroma, notas cítricas e toques de especiarias, presentes também no paladar e complementadas por uma suave acidez e corpo leve", diz o texto comercial do site de cerveja. 

Carioca chegou até a pedir para que o Amaury Jr. experimentasse sua bebida. "Boa pra cacete", disse o apresentador da Band. Veja o vídeo: 

Visualizar esta foto no Instagram.

Uma publicação compartilhada por Carioca - Márvio Lúcio (@cariocadelegado) em

Outro artista cervejeiro
Após um início promissor como galã na Globo nos anos 2000 e sete anos no elenco da Record, Daniel Erthal buscou um recomeço. Ao lado do primo, o ator trabalha para expandir os negócios de uma cervejaria que o tio montou no Rio Grande do Sul para o Rio de Janeiro. Já até apresentou as cervejas que produz para seus amigos atores, como José Loreto e Chay Suede.

Em entrevista ao Notícias da TV, Erthal admitiu que é um grande admirador de cervejas. Mas, aos 36 anos, já não é mais tão da farra quanto costumava ser. "Eu tomo, mas só no fim de semana. Depois que passa dos 30 o metabolismo já não é mais o mesmo, sabe como é? Fica mais difícil evitar a barriguinha (risos)."

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?