Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

BOLA FORA

Regina Duarte presta desserviço sobre racismo: 'Dia da Consciência Branca'

Reprodução/Instagram

Em cenário de teatro preto, Regina Duarte faz cara reflexiva sentada em cadeira marrom

Regina Duarte em teatro: Atriz prestou desserviço sobre racismo com fala desconectada da realidade

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 21/11/2021 - 12h56

Ex-secretária especial de Cultura do Governo Bolsonaro, Regina Duarte prestou um desserviço sobre o racismo neste domingo (21), um dia após a data em que se comemora o Dia da Consciência Negra. 

Em sua conta do Instagram, a atriz questionou a existência do feriado, utilizado para a reflexão sobre desigualdades e violências raciais, e sugeriu uma comemoração alternativa. "Quando teremos o Dia da Consciência Branca, Amarela, Parda…?", questionou a artista.

De acordo com a mãe de Gabriela Duarte, é preciso olhar para a frente e deixar os tempos da escravidão de lado. "Quanto tempo vamos ainda nos vitimizar ao peso de anos, de séculos de dor por culpas antepassadas? Quando vamos parar de olhar pra trás e enfrentar o hoje, e nos olharmos com a coragem da cara limpa? Maduros, evoluídos, conscientes de nossa luta, irmanados em nossa capacidade, de sermos... humanos? Simplesmente irmãos?", discursou a atriz. 

Ao Notícias da TV, o coordenador nacional do Coletivo de Entidades Negras, Yuri Silva, repudiou a fala da ex-secretária bolsonarista, e afirmou que a declaração de Regina Duarte é elitista.

"Não só vive os privilégios que vive, mas não tem olhar de sensibilidade para entender como foi configurada a sociedade brasileira. É uma fala que ignora que esse país foi forjado pelo trabalho escravo de negros trazidos para cá à força por antepassados brancos, que eram os senhores de engenho", argumenta o militante, que, inclusive, participou dos atos pela Consciência Negra na Avenida Paulista, no sábado (20).

De acordo com Silva, a fala de Regina é ainda mais cruel por usar um vídeo de um homem negro sem consciência racial em sua postagem. "É sorte que tenhamos brancos aliados à luta antirracista, e precisamos citar isso. Mas pessoas que usam um vídeo de um homem negro sem consciência racial, como Morgan Freeman, para atacar o próprio povo negro, são os mesmos que arregimentavam nossos irmãos para serem capitães do mato", diz Yuri Silva.

"Para essas pessoas, a escravidão negra do Brasil será sempre crime dos seus avós, bisavós e tataravós. Mas não. Será sempre o crime da raça branca. A Regina sabe disso por isso que tenta se defender atacando o Dia da Consciência Negra", repudia o coordenador nacional do CEN.

Veja aqui a postagem de Regina Duarte:

TUDO SOBRE

Regina Duarte


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.