Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AJUDA APÓS MORTE

Músicos de Marília Mendonça são contratados por amigos e irmão da cantora

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

As cantoras Maiara, Marília Mendonça e Maraisa no clipe Todo Mundo Menos Você;

Maiara, Marília Mendonça e Maraisa no clipe Todo Mundo Menos Você; gêmeas contrataram banda

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 25/11/2021 - 14h50

Músicos que integram a banda de Marília Mendonça (1995-2021) estão sendo contratados por amigos e pelo irmão da cantora, que morreu em um acidente de avião em 5 de novembro. As duplas Maiara e Maraisa, Henrique e Juliano e Dom Vittor e Gustavo vão absorver equipes da rainha da sofrência.

"Estão sendo feitos alguns ajustes englobando as equipes", informou a assessoria de imprensa de Marília ao jornal Extra. As cantoras gêmeas, Henrique e Juliano eram amigos de longa data da artista. João Gustavo, da dupla com Dom Vittor, é irmão da sertaneja. 

Os cantores estão reproduzindo a mesma atitude que Marília Mendonça havia tido após a morte de Cristiano Araújo (1986-2015), que não sobreviveu a um acidente de carro.

A dona do hit Infiel dividia com Araújo o mesmo escritório artístico responsável por suas carreiras. Após a tragédia, ela decidiu contratar boa parte da equipe do artista, incluindo Henrique Bahia, o produtor que morreu junto com ela na queda do avião em Caratinga, Minas Gerais.

Morte de Marília Mendonça

Marília Mendonça morreu aos 26 anos após a queda do avião em que estava na cidade de Caratinga, Minas Gerais, em 5 de novembro. A cantora deixou um filho, Léo Mendonça Huff, de um ano e 11 meses, fruto de seu relacionamento com Murilo Huff. 

A aeronave que levava a cantora e sua equipe à cidade mineira onde ela se apresentaria caiu por volta das 15h30 daquele dia. A sertaneja estava com seu produtor, Henrique Ribeiro (apelidado de Bahia), seu tio e assessor, Abicieli Silveira Dias Filho, o piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior e o copiloto Tarciso Pessoa Viana. Todos os tripulantes morreram.

O jornalista William Waack, que também é piloto licenciado, chegou a dar uma aula na CNN Brasil na madrugada de 6 de novembro ao falar sobre a queda do avião que transportava a cantora Marília. Com cálculos simples, ele informou que a aeronave voava baixo quando se chocou com os fios de alta tensão antes de parar no meio de uma cachoeira.


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.