Início de carreira

Musas da pornochanchada: Sete atrizes de filmes eróticos que se deram bem

Reprodução

A atriz Vera Fischer foi a protagonista da pornochanchada A Super Fêmea, de 1973 - Reprodução

A atriz Vera Fischer foi a protagonista da pornochanchada A Super Fêmea, de 1973

REDAÇÃO - Publicado em 04/02/2019, às 06h16

Em Verão 90, a extravagante Lidi Pantera, interpretada por Claudia Raia, vive a decadência nos anos 1990 após ter sido uma grande estrela da pornochanchada nos anos 1970. Ao contrário da trama da personagem da novela das sete, várias atrizes participaram de filmes eróticos, populares naquela época, e se deram bem, hoje são muito prestigiadas na TV.

Vera Fischer é uma delas. Ganhou repercussão nacional após ser condecorada Miss Brasil, em 1969, e logo foi convidada para fazer pornochanchadas. Foi protagonista de várias, sempre em cenas sensuais e com pouca (ou nenhuma) roupa.

Selma Egrei, que se destacou em 2016 com uma centenária senhora moralista em Velho Chico, também foi uma grande musa da pornochanchada. Ela fez mais de 40 filmes do gênero entre os anos 1970 e 1980, ao mesmo tempo em que se dedicava a peças de vanguarda no teatro.

Relembre atrizes famosas que conseguiram fazer com sucesso a transição das pornochanchadas para a TV:

reprodução

A atriz Vera Fischer em cena de sexo com Paulo Cesar Pereio no filme Eu Te Amo (1981)

Vera Fischer
Vera Fischer começou a carreira artística no cinema, mais especificamente em pornochanchadas. Participou de várias, como A Super Fêmea (1973), As Delícias da Vida (1973), Eu Te Amo (1981) e Amor Estranho Amor (1982), o polêmico filme que contou com Xuxa no elenco. Nos anos 1980, Vera conquistou prestígio como atriz ao estrelar novelas da Globo, como Brilhante (1981) e Mandala (1987).

reprodução

Os atores Sonia Braga e José Wilker em cena de Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976)

Sonia Braga
Em meio ao sucesso que teve na TV como a personagem título de Gabriela (1975) na TV, Sonia Braga chamou a atenção em dois filmes com apelo erótico nos anos 1970. Estrelou Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976), também baseado na obra de Jorge Amado (1912-2001), e A Dama do Lotação (1978). Muitos anos depois, virou uma atriz cult de cinema, com carreira reconhecida internacionalmente.

reprodução

A atriz Selma Egrei em cena de Nos Embalos de Ipanema (1978); ela fez mais de 40 filmes

Selma Egrei
Muito conceituada como atriz atualmente, Selma Egrei participou de mais de 40 pornochanchadas nos anos 1970 e 1980, com títulos como O Poderoso Machão (1974), A Carne (1975) e Ninfas Diabólicas (1977).

reprodução

A atriz Regina Casé ficou completamente nua em cenas do filme Os Sete Gatinhos (1980)

Regina Casé
Nos anos 1970 e 1980, Regina Casé atuou em uma série de pornochanchadas, várias derivadas da obra de Nelson Rodrigues (1912-1980). Além de se destacar em Os Sete Gatinhos (1980), participou também de Emanuelle Tropical (1977), Adultério por Amor (1978), Bonitinha, Mas Ordinária (1981), Engraçadinha (1981) e Álbum de Família (1981), por exemplo.

reprodução

Nicole Puzzi e Christiane Torloni tiveram uma cena de beijo lésbico no filme Ariella (1980)

Christiane Torloni
Antes de se tornar conhecida na Globo e emplacar várias mocinhas em novelas, Christiane Torloni fez um papel memorável numa pornochanchada. Em 1980, ela protagonizou um beijo lésbico com Nicole Puzzi no filme Ariella. Christiane também atuou em Rio Babilônia (1982), com alto teor erótico.

reprodução

Lucélia Santos virou musa de Nelson Rodrigues no filme Bonitinha, Mas Ordinária (1981)

Lucélia Santos
A eterna Escrava Isaura também se destacou como atriz de filmes eróticos. Após posar nua em 1980, Lucélia Santos participou de filmes baseados nas obras de Nelson Rodrigues. A atriz apareceu nos filmes Bonitinha, Mas Ordinária (1981), Engraçadinha (1981) e Álbum de Família (1981) e virou musa rodriguiana. Antes disso, já havia atuado em Já Não se Faz Amor Como Antigamente (1976).

reprodução

Monique Lafond, Nicole Puzzi e Tarcísio Meira em cena sensual do filme Eu... (1987)

Nicole Puzzi
Nicole Puzzi foi uma das principais atrizes da pornochanchada, um ícone do gênero. Participou de 17 filmes eróticos entre os anos 1970 e 1980, como Possuídas pelo Pecado (1975), Reformatório das Depravadas (1978), Ariella (1980) e Retrato Falado de uma Mulher Sem Pudor (1982).

Fez novelas na Globo, na Band, na Manchete e no SBT, mas até hoje seu nome é ligado à pornochanchada. Nicole é apresentadora do programa Pornolândia, do Canal Brasil, em que faz entrevistas com famosos e anônimos, sempre puxando a conversa por assuntos ligados à sexualidade.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook