dando um tempo

Mesmo na geladeira, Angélica se recusa a fazer novelas: 'É exaustivo'

Pino Gomes/Divulgação

Angélica em ensaio para o fotógrafo Pino Gomes; apresentadora curte fase zen, sem pressa de voltar ao ar - Pino Gomes/Divulgação

Angélica em ensaio para o fotógrafo Pino Gomes; apresentadora curte fase zen, sem pressa de voltar ao ar

DANIEL CASTRO - Publicado em 28/09/2018, às 05h22

Sem programa desde abril, Angélica prefere ficar na geladeira da Globo a trabalhar como atriz de novelas, dando uma guinada em sua carreira. O motivo? Novela é um processo "exaustivo", que exige exclusividade durante quase um ano. "Uma série, uma minissérie, eu faria. Mas uma novela é longa, exige uma dedicação muito grande. E eu curto mais séries do que novelas. Acho que todo mundo [curte], na verdade", confessa.

Angélica Ksyvickis Huck, 44 anos, tem uma considerável experiência como atriz, embora seu plano A sempre tenha sido a apresentação de programas. Seu currículo ostenta participações em 14 filmes (um ainda inédito), séries, especiais de fim de ano e minisséries.

Na teledramaturgia, seus trabalhos mais extensos foram a fada Bela de Caça Talentos (1996-1998) e a personagem título de Flora Encantada (1999), ambas voltadas para o público infantojuvenil. No horário nobre, fez a novela Um Anjo Caiu do Céu, em 2001.

Quando o Estrelas saiu do ar, em abril, Angélica foi provocada a investir na interpretação. "Algumas pessoas já vieram me falar isso de retomar o lado de atriz", conta, rejeitando a ideia em seguida: "Quando eu fiz, era um complemento, uma segunda coisa. Nunca foi uma ideia principal".

Angélica aguarda atualmente a aprovação da cúpula da Globo de um projeto que desenvolveu nos últimos meses, de um programa em que irá juntar um pouco de tudo o que ela já fez, inclusive dramaturgia. "Nesse projeto novo eu estou colocando algumas coisas de atuação", adianta.

Para a apresentadora, o novo programa é a oportunidade de "dar uma guinada" na carreira, de "fazer uma coisa diferente", e ela não tem pressa.

"De verdade, eu não tenho mais essa ansiedade de voltar pro ar, de ter que estar lá. Eu quero algo que me faça feliz, que faça o público feliz e que tenha resultados para a TV Globo. Tem que ser um casamento bom pra todo mundo. Se as pessoas estão sentindo minha falta, eu quero voltar com algo autoral, algo que tenha a minha cara. Algo grandioso, diferente", promete.

Se aprovada, a nova atração estreia em abril de 2019. Será a primeira vez que Angélica ficará fora do ar durante um ano inteiro desde que estreou na TV, em 1987. E se não der certo?

"Eu não posso te falar que não vou surtar, que não vou ficar frustrada, porque nem eu sei. É tudo muito novo, tudo muito diferente, eu não sei como vou lidar. Eu quero que tudo dê certo, eu quero produzir. A gente é bicho de televisão. Eu tô nessa fase zen e tranquila, mas não sei como vai ser no ano que vem", afirma, sincerona.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu casal favorito no Power Couple?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook