Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

INFÂNCIA CONFUSA

Maria Rita revela dificuldade para lidar com morte de Elis Regina: 'Senti muita raiva'

DIVULGAÇÃO/E!

A cantora Maria Rita de vestido branco, sorrindo, em estúdio do programa Drag Me as a Queen, do canal E!

Maria Rita abriu o coração durante gravação do programa Drag Me as a Queen, do canal E!

FERNANDA LOPES

fernanda@noticiasdatv.com

Publicado em 22/9/2021 - 6h20

Quando Elis Regina (1945-1982) morreu, deixou Maria Rita, a filha caçula, com apenas quatro anos. Ela confessou que teve dificuldades na infância e na adolescência para lidar com as histórias que lhe contavam sobre a morte da mãe. Achava até que Elis não havia realmente morrido.

A cantora abriu o coração sobre essas questões durante participação no programa Drag Me as a Queen, do canal E!. No episódio que foi ao ar na noite de terça (21), ela foi convidada a se transformar numa drag queen. Enquanto estava fazendo a maquiagem com Ikaro Kadoshi, a cantora falou sobre como lidou com a morte da mãe quando era criança.

"Era confuso, porque eu não entendia o que era morrer. Achava que tinha acontecido alguma outra coisa. Achava que tinha alguma coisa errada, fora da ordem ali. Foi confuso também porque pintavam que estava tudo bem, normal, e isso alimentava minha sensação de confusão. Isso num viés de uma criança que perdeu a mãe cedo", disse.

"Eu achava que ela tinha ido embora. Foi um negócio confuso até eu entender de fato. Aí depois foi a confusão de como ela morreu, aí bagunçou a cabeça mais ainda, eu tinha uns 12 anos", completou.

Elis Regina morreu aos 36 anos. Ela foi encontrada desacordada em casa pelo então namorado, Samuel MacDowell. Foi socorrida num hospital, mas não resistiu. O laudo médico apontou que a causa da morte havia sido intoxicação por cocaína e álcool. Amigos e familiares contestaram esse laudo, pois Elis não tinha histórico de abuso de drogas, mas o caso foi arquivado. 

Ainda assim, a versão de que a artista havia morrido de overdose foi a que chegou a Maria Rita. "Senti muita raiva, porque eu julguei a minha mãe. A forma como ela morreu não tá certo, todo mundo sabe que isso é errado. Tá em tudo quanto é anúncio de campanha de televisão, capas de revistas. Então entrei num conflito de 'como assim, isso aconteceu tão perto de mim', sabe? Até eu entender o que é. É sempre um processinho, com o tempo. Eu guardava muito, interiorizava muito", falou. 

Na vida adulta, o olhar de Maria Rita em relação a Elis se tornou mais maduro e mais compreensivo, principalmente depois que ela também se tornou mãe. "[Minha visão sobre a minha mãe] Mudou. Ela ficou maior e mais incrível. Eu me perguntava como ela fazia isso", contou a cantora.

Após o momento de conversa profunda, Maria Rita enxugou as lágrimas, vestiu uma fantasia toda colorida e fez sua performance como drag queen no programa. Os episódios da nova temporada do Drag Me as a Queen também receberão celebridades como Gretchen, Preta Gil e Nicole Bahls. O reality vai ao ar às terças, às 22h50, no E!.


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Além de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na Globo

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas