DEBATE SOBRE CORONAVÍRUS

Marcos Mion nega ter vazado áudio de Roberto Justus: 'Parem de polêmica'

REPRODUÇÃO/RECORD e REPRODUÇÃO/BAND

Montagem dos apresentadores Marcos Mion, no reality A Fazenda, da Record (à esquerda) e Roberto Justus no reality O Aprendiz, da Band (à direita)

Marcos Mion em A Fazenda (à esq.) e Roberto Justus em O Aprendiz; apresentador da Record esclareceu briga

REDAÇÃO - Publicado em 24/03/2020, às 12h58

Após um áudio em que Roberto Justus diverge da opinião de Marcos Mion a respeito das medidas de prevenção contra o coronavírus viralizar, o apresentador da Record negou ter sido o responsável pelo vazamento do arquivo compartilhado em um grupo particular de WhatsApp. "Parem de polêmica, parem de polarizar. Tá todo mundo no mesmo barco", declarou o titular do reality A Fazenda.

Pela ferramenta Stories do Instagram, Mion decidiu se pronunciar sobre a discussão com o apresentador da Band, ocorrida no domingo (22). Em uma conversa, o titular do reality O Aprendiz declarou que o isolamento e paralisação do trabalho, medidas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde, eram exagero e minimizou o número de mortes por coronavírus no Brasil e no mundo.

O funcionário da Record desabafou na noite de segunda-feira (23). "Eu só quero dizer uma coisa: Não teve briga [de Roberto Justus] comigo. Esse áudio era de um grupo de WhatsApp super pequeno, de seis pessoas, não era para ter vazado. Alguém do grupo vacilou muito, ninguém assumiu ainda, vacilou demais e passou esse negócio adiante", disse Mion.

Marcos explicou que o momento em que Justus discordou dele aconteceu após o compartilhamento de um vídeo em que o biólogo Átila Iamarino prevê cerca de um milhão de mortos no Brasil em um cenário sem a paralisação das atividades trabalhistas.  

"Esse áudio tirado de contexto faz parecer que estava tendo uma discussão enorme. Esse número de um milhão de mortos não é meu, o Roberto não estava respondendo a mim, eu nunca fiz uma previsão como essa, até porque não é a minha função", defendeu Mion. 

Novamente, o funcionário de Edir Macedo negou ter sido o responsável pelo vazamento do áudio do empresário. "Não é justo tomar uma dessa na cabeça e ser colocado em uma posição polarizada, contra o Roberto Justus, como se fôssemos pontas opostas de pensamento. Não é justo porque não é verdade", disse. 

"Era uma conversa entre amigos, e entre vários vídeos que foram jogados, eu trouxe esse [do Átila Iamarino] à mesa e ele estava respondendo a esse vídeo, não a um vídeo meu. Certo? Fim de polêmica, hoje eu passei o dia inteiro falando com o Justus, uma coisa maluca, falei mais com ele hoje do que falei a minha vida inteira. Pelo menos, serviu para unir mais a gente", completou o ex-MTV. 

Para finalizar o desabafo, Marcos Mion pediu para que os internautas parassem de retaliar a família de Justus por causa do áudio. "Parem de dar um apavoro nele e passar isso adiante. Como eu falei, o mundo anda pra frente, a sociedade evolui porque existem pensamentos diferentes para serem jogados na mesa. Se todo mundo pensasse da mesma forma, não seria saudável. A gente sempre tem que jogar a ideias na mesa para achar o melhor caminho", concluiu ele. 

Confira o desabafo de Marcos Mion no Instagram:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve passar após Fina Estampa?
A Favorita (2008)
33.65%
Amor à Vida (2013)
21.25%
A Força do Querer (2017)
16.61%
Vou torcer pela volta de Amor de Mãe
28.50%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook