Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

HÁ 25 ANOS

Mamonas Assassinas previram a própria morte em acidente de avião? Entenda

Reprodução/EMI

Os membros da banda Mamonas Assassinas aparecem em posições engraçadas na capa de seu primeiro álbum, em 1995

Os membros da banda Mamonas Assassinas, que morreram em acidente de avião há 25 anos

ANDRÉ CARLOS ZORZI

azorzi@noticiasdatv.com

Publicado em 2/3/2021 - 6h55

A morte dos integrantes do grupo Mamonas Assassinas completa 25 anos nesta terça-feira (2). Mesmo tendo ficado um curto período sob os holofotes, a banda segue cultuada até os dias de hoje por fãs de diferentes gerações --muitos deles, inclusive, acreditam que um dos músicos teria previsto a própria morte no dia da queda do avião.

A origem da teoria remete a uma frase dita por Júlio Rasec (1968-1996), tecladista dos Mamonas Assassinas, em conversa com seu cabeleireiro e amigo, Nelson de Lima, na própria data do acidente. O material ganhou repercussão após ter sido exibido no Jornal Nacional, da Globo, e em outros programas de TV na época.

Na gravação, Júlio fazia algumas piadas sobre mulheres portuguesas (o grupo iria a Portugal para realizar shows e entrevistas). Em seguida, acenava para a câmera: "Tchau, pessoal. Eu vou embora".

Nelson desejou boa viagem, e o artista abordou o tema com expressão séria e coçando a parte de trás da cabeça. "Não sei, essa noite eu sonhei com um negócio... Assim, parecia que o avião caía. Não sei. Não sei o que quer dizer isso", afirmou ele.

Assista ao momento a partir dos seis minutos:

O vídeo ganhou destaque por ter sido falado em tom de seriedade, já que os membros da banda, conhecida por sua irreverência, costumavam fazer diversas piadas com o assunto. No documentário MTV na Estrada - Mamonas Assassinas, há um trecho em que o cantor Dinho (1971-1996) brinca em frente a uma aeronave na qual o grupo viajaria.

"Esse avião quase caiu na selva amazônica porque quebrou o radar. Tenho uma boa e uma má notícia para você que vai voar com a gente, câmera man. Qual você quer primeiro? A boa é que eles consertaram. [A ruim é que] quebrou de novo. Ah, e o combustível não tá passando do reservatório para o tanque", contava o vocalista, aos risos. Veja:

Acidente matou os Mamonas

O acidente de avião que matou o grupo ocorreu na região da Serra da Cantareira, em 2 de março de 1996. Além dos membros da banda, também morreram o ajudante de palco Isaac Souto, o segurança Sérgio Saturnino Porto, Jorge Germano Martins e Alberto Yoshihumi Takeda, piloto e co-piloto da aeronave, respectivamente.

Além do tecladista Júlio Rasec, cujo verdadeiro nome é Júlio César Barbosa, o grupo musical Mamonas Assassinas foi formado pelo vocalista Alecsander Alves, o Dinho, o guitarrista Alberto Hinoto, o Bento (1970-1996), o baterista Sérgio Reoli, abreviação do sobrenome Reis de Oliveira (1969-1996) e seu irmão, o baixista Samuel Reoli (1973-1996).


Leia também

Web Stories

+
Longe de Hollywood: Veja como estão os atores de O Diário da PrincesaDe vício em games a indicação ao Emmy: Como estão os atores de A ViagemVômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da Gente

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?

Globo
48.62%
SporTV
20.59%
BandSports
9.99%
Não acompanho as Olimpíadas
20.80%