HILDA REBELLO

Mãe de Jorge Fernando se isola com presentes e áudios antigos do filho morto

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Hilda Rebello, mãe do diretor Jorge Fernando, em entrevista ao Fantástico de domingo (3)

Hilda Rebello, mãe do diretor Jorge Fernando, em entrevista ao Fantástico de domingo (3)

REDAÇÃO - Publicado em 04/11/2019, às 07h24

A mãe do diretor Jorge Fernando, morto no dia 27 de outubro, Hilda Rebello, fica isolada em sua casa ouvindo áudios e vendo presentes antigos enviados pelo filho, que morreu devido uma parada cardíaca. De acordo com uma das cuidadoras da atriz, a idosa de 95 anos ainda tem chorado muito com a perda, além de evitar receber visitas ou falar ao telefone.

Em entrevista ao jornal Extra, a funcionária de Hilda contou que, apesar da reclusão, a mãe de Fernando comparecerá à missa de sétimo dia, que acontecerá nesta segunda-feira (4), no Rio de Janeiro. 

"Está difícil porque eles eram muito unidos. Ao ir e voltar das viagens, [ele] pedia a bênção da mãe. Ao retornar da Europa, ele disse que estava bem e iria vê-la no dia seguinte. Mas esse dia nunca chegou, e Hilda chora desde então", disse a cuidadora, identificada apenas como Elisete pela reportagem. 

Por causa do luto, a atriz decidiu se isolar, e são as acompanhantes que têm repassado sobre seu estado de saúde para os amigos. Ultimamente, tudo que a veterana tem feito é apreciar as lembraças do filho, que morreu aos 64 anos. Ela, inclusive, chora ao reproduzir a última mensagem de áudio enviada por ele. 

"O dia de Hilda se resume a tocar e olhar tudo o que remete a Jorge. Na sala, tem um quadro deles juntos, que ela fica admirando, e não larga um enfeite em forma de capela, dado por ele. Hilda vestiu neste sábado com uma blusa dada pelo filho há anos, que ele gostava de vê-la usando", declarou a funcionária.

Como mãe e filho conversavam todas as noites, a morte também afetou o sono de Hilda Rebello. "Agora, ela custa a dormir, se deita chorando e acorda no meio da noite, dizendo estar com um vazio", finalizou Elisete.

Jorginho, como era conhecido entre amigos e colegas de profissão, ficou 20 dias internado para tratar uma inflamação no pâncreas, em 2016, e sofreu um acidente vascular cerebral em janeiro de 2017. Desde então, lutava para superar as sequelas que ficaram após o AVC. Seu último trabalho foi na novela das sete Verão 90, exibida entre janeiro e julho de 2019.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook