Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AGORA É ARTISTA

Juliette luta com síndrome de impostora e recorre à terapia após fama: 'Sou insegura'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Juliette Freire está de cabelo solto, jaqueta jeans e maquiada

Juliette Freire afirmou lutar contra a síndrome de impostora após ter ficado famosa no BBB21

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 9/1/2022 - 11h35

Juliette Freire admitiu que luta contra a síndrome de impostora depois de ter ficado famosa e milionária graças ao Big Brother Brasil 21. A cantora precisou recorrer à terapia para aprender a se reconhecer e empoderar na nova realidade como artista após o reality show da Globo. "Ainda sou insegura", entregou ela.

"O que faz hoje parte da minha terapia é me reconhecer. Vários artistas falam: 'Juliette, se empodere disso, aceite que sua vida agora é outra'. Porque, às vezes, eu fico insegura, mas eu não sei se eu sou... Cai nesse lugar da síndrome de impostora também", desabafou ex- BBB em entrevista ao podcast Prazer, Renata, da jornalista Renata Ceribelli, divulgado neste domingo (9).

Com 33 milhões de seguidores, um disco lançado e muitas campanhas publicitárias, a paraibana começou a se questionar sobre sua competência. "Será que eu sou tudo isso que as pessoas falam? Eu sei que eu sou uma pessoa boa, eu sei que eu sou uma pessoa inteligente, eu sei de tudo isso, mas uma artista, uma grande artista, eu preciso me empoderar disso, porque eu ainda sou insegura", acrescentou.

Saudade da vida antes da fama

Ao ser questionada por Renata se ela sorria mais antes de ser famosa, Juliette assegurou que sim. "Ria. Hoje, eu sou uma pessoa muito preocupada com o trabalho. Meu trabalho [antes da fama] era muito burocrático, sempre foi. A maquiagem então, eu fazia caladinha assim, com esmero, e o direito era altamente burocrático. Então, eu sempre levei muito a sério."

"Eu acabo tendo o péssimo hábito de levar isso para a vida, então, eu estou sempre tensa, eu não levo com bom humor, gargalhada... Eu fico muito assim, vidrada, preocupada, centrada, porque eu não sei fazer tão bem. Eu tô aprendendo a fazer publicidade, música, comunicação", completou a cantora. 

Na sequência, a amiga de Anitta falou sobre o que mais sente falta da vida antes de ser conhecida por milhões de pessoas. "Da leveza que eu tinha antes, da irresponsabilidade em diversos momentos, de sair com os meus amigos, de saber da vida de todo mundo, de falar da minha vida para todo mundo, é mais isso que briga com a Juliette de antes."

No bate-papo, a campeã do BBB21 também reclamou da falta de iniciativa dos pretendentes. "Agora estou fraquíssima. Não estou aproveitando como deveria. Ou estou trabalhando ou sou tímida ou os homens não chegam", brincou. Ela já foi vista diversas vezes com Daniel Trovejani, sócio e ex de Anitta. Apesar dos rumores, a paraibana nunca confirmou o romance.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.