HOMENAGEM

'Fico feliz porque Gugu me viu bem antes de partir', valoriza Rafael Ilha

Fotos: Notícias da TV

Rafael Ilha chegou com uma rosa branca ao velório de Gugu Liberato, nesta quinta-feira (28)

Rafael Ilha chegou com uma rosa branca ao velório de Gugu Liberato, nesta quinta-feira (28)

REDAÇÃO - Publicado em 28/11/2019, às 13h03 - Atualizado às 15h15

Rafael Ilha, revelado por Gugu Liberato (1959-2019) com a formação do grupo Polegar, se emocionou ao falar sobre o apresentador, empresário e mentor --que está sendo velado nesta quinta-feira (28) na Assembleia Legislativa de São Paulo. O artista ressaltou que se consolava com um fato. "Ele tentou me ajudar muitas vezes. Uma das coisas que me deixa feliz é ele ter partido e visto que eu fiquei bem", valorizou Ilha.

O ex-cantor disse que Gugu foi para ele muito mais do que um agenciador. "Gugu foi meu empresário, depois foi um amigo, minha referência de profissional, de ser humano de humildade", disse.

"Meu último contato foi na gravação do Canta Comigo. Era o xodó do Gugu aquele programa. Ele estava feliz porque estava muito melhor do que a primeira edição. No começo do programa, ele brincou comigo porque eu estava de óculos e disse: 'Rafa, nao fica legal óculos em televisão, tira o óculos, você tem o olho bonito'", recordou. "Eu lembro que abracei e falei obrigado por tudo que ele me ensinou. Em todos os sentidos, como profissional, como homem."

Mara Maravilha chorou ao chegar ao velório do amigo Gugu Liberato na Assembleia Legislativa

Mara Maravilha foi uma das primeiras famosas a passar pelo velório. Muito emocionada, a artista disse que o legado de Gugu é para sempre. "O Gugu é uma luz que não vai se apagar. Ele pediu um intervalo, porque o espetáculo dele é eterno dentro da gente", falou.

Colega de Gugu na época do SBT, a baiana ressaltou o quanto o apresentador era carinhoso. "Ele abraçava muito a gente nos bastidores. Tenho muitas imagens do Gugu, ele foi ao meu programa praticamente antes de começar o Viva a Noite."

"Muitos abraços, sorrisos, brincadeiras, só boas lembranças e respeito. Eu perdi minha mãe, um tio, e agora perdi o Gugu, que é mais chegado do que um irmão", lamentou Mara, entre lágrimas. Ela ainda lembrou a última vez em que conversou com Gugu: no seu aniversário de 50 anos, no ano passado. "Foi por telefone. Ele me ligou para dar parabéns. [E disse:] 'Te amo, minha irmã'."

O assistente de palco Liminha chorou ao chegar no velório de Gugu na tarde desta quinta-feira

Muito emocionado, o animador de palco Liminha contou que falou pela última vez com Gugu após a divulgação da fake news sobre a morte dele em 4 de novembro. "Muitas lembranças, muitas boas lembranças. O Gugu é um cara muito especial na minha vida, na vida de muitos amigos lá do SBT. Esá muito difícil para nós", afirmou ele, aos prantos.

Luiz Bacci, amigo de Gugu na Record, e que revelou várias histórias com o apresentador durante a homenagem realizada pela emissora no último domingo (24), disse que tem evitado velórios desde que passou horas na despedida de Marcelo Rezende (1951-2017), há mais de dois anos. Decidiu dizer adeus a Gugu, porém, ao se deparar com uma imagem forte.

"Eu vim consolá-los. Quando vi o João Augusto [primogênito de Gugu] chegando pela televisão, só me vinha à memória eu, há 13 anos, no enterro do meu pai com a mesma idade dele, praticamente. Vim aqui como uma missão, um chamado, tentar passar um pouco da experiência de lidar com o luto do meu pai pro João Augusto", contou o apresentador do Cidade Alerta.

Luciana Gimenez usou óculos escuros para esconder seu choro nesta quinta-feira (28)

Luciana Gimenez, do Superpop e do Luciana By Night, contou que Gugu foi fundamental para o início de sua carreira de apresentadora. "Ele foi no Superpop logo que eu comecei a fazer, e foi numa época em que eu estava começando, e ele me deu alguns conselhos, falou pra eu não me preocupar porque eu era muito espontânea, ele foi muito querido comigo", lembrou ela.

"Depois eu tive outros [encontros com ele], mas esse foi o momento assim, que eu estava bem no comecinho, e ele me deu aquele, sabe, aquela mão que você tava precisando? Porque eu não sabia muito bem, ele me falou: 'Vai firme, seja você'. E é realmente o que eu sempre fiz, então acho que esse conselho me marcou muito. E toda vez que ele me encontrava ele falava 'Tá vendo, tá vendo, eu te falei'."

Ela, que também divide sua agenda entre o Brasil e o exterior, se inspira no amigo para conduzir a vida. "A gente tem que viver a vida mesmo... Eu vejo que o Gugu teve uma vida feliz, ele estava realizado, claro que tinham muitas coisas que a gente vai sentir falta, porque é uma pessoa tão criativa, né? Quantas coisas que ele tinha para conquistar que a gente nem sabe. Vendo ali a mãezinha dele me quebrou o coração, fiquei muito triste", admitiu a apresentadora da RedeTV!.

Luciana ressaltou que a ficha da morte do amigo ainda não caiu. "Parece pesadelo, essa fragilidade da vida choca realmente. O Gugu é uma pessoa extremamente alegre, eu tenho um pouco de dificuldade em velórios, porque a gente vê... Eu passei ali pra vê-lo, mas não é, eu prefiro guardar aquela imagem dele sorrindo, brincando, rindo, sempre me elogiando, sempre que eu o encontrava ele sempre era uma pessoa muito querida comigo", ressaltou.

Cesar Filho foi ao velório de Gugu assim que terminou de apresentar o Hoje em Dia ao vivo


Homem simples

Cesar Filho, que foi ao velório assim que terminou de apresentar o Hoje em Dia, matinal da Record, valorizou a vida simples que Gugu levava, apesar dos milhões que acumulou profissionalmente.

"Era um cara que se vestia de maneira simples, nunca ostentou nada. Um cara sempre alegre, que gostava das pequenas coisas, sempre com sorriso aberto. Sempre muito simples na maneira de conduzir a vida. O Gugu sempre ajudou muita gente, não só artisticamente, mas financeiramente. Eu sempre soube, por pessoas próximas a mim", elogiou.

O jornalista ressaltou que acompanhou boa parte da trajetória do amigo. "Eu comecei no mesmo ano que o Gugu, ele na TVS, eu na Record. Mesmos sonhos, perspectivas de um futuro de tentar algo no rádio, na TV. Ele dizia que nunca pensava em ser apresentador. Tinha um carisma extraordinário, era um ser humano exemplar, sempre preocupado com o pai", ressaltou.

"Uma vez o encontrei e ele falou que ia pra Portugal. 'Não sei quando vou ter a oportunidade de levar minha mãe pra lá', disse, sem saber que era a última viagem dele pra lá. Ele fez uma festa linda, uma grande despedida, sem que ninguem soubesse", continuou o marido de Elaine Mickely.

Cesar também lembrou o dia em que Gugu lhe contou que pretendia diminuir o ritmo de trabalho para se dedicar mais à família. "O tempo passa rápido, estive com ele em 2011, 2012. Nossos filhos estudaram juntos, meu filho foi jogar na Florida. Ele falou: 'Cesar, vou tirar o pé'. Ele não queria mais trabalhar aos domingos, queria fazer esse esquema, vir pra cá, trabalhar um tempo, e poder viajar com os filhos."

"Agora ele tava finalizando esse planejamento, acabou de comprar a casa, em julho, conseguiu colocar mais estabilidade. E aconteceu o acidente, são mistérios da vida, a gente não vai entender, só Deus", disse o apresentador do Hoje em Dia, que relatou ter sido difícil fazer o programa nesta quinta.

"A gente tá vendo de perto tudo isso, é muito dificil pra todos nós, não só pra quem teve oportunidade de trabalhar [com ele], mas para os fãs, para quem acompanha pela TV, principalmente para quem conviveu bastante tempo com o Gugu."

Ana Hickmann também foi direto da apresentação do Hoje em Dia para a despedida do amigo

Companheira de Cesar no Hoje em Dia, Ana Hickmann também passou pelo velório e mostrou emoção ao falar com Geraldo Luís ao vivo na Record. "Era um cara extraordinário, foi uma pessoa tão generosa. A primeira vez que eu encontrei com ele, a primeira entrevista que eu fiz, que ele me permitiu entrar na casa dele, foi tão incrível... E essa generosidade, esse carinho, acho que as pessoas, é o que mais a gente está sentindo", valorizou a ex-modelo.

Ana também se lembrou de como reagiu quando soube que o amigo teve a morte confirmada. "Quando a notícia chegou minha casa todo mundo ficou tão triste, como se tivesse perdido alguém da família. Ele sempre foi amigo de todo mundo. As pessoas, mesmo sem conhecê-lo pessoalmente, sentiam-se amigas dele. A gente está vendo um número enorme de pessoas prestando solidariedade, carinho, amigos, famosos, não famosos, anônimos... Tá todo mundo aqui com o mesmo sentimento de tristeza, por ter perdido um amigo", lamentou a apresentadora.

"É um pedaço nosso, um pedaço do coração, um machucado que fica na alma. Mas a gente sabe que em algum momento isso vai acontever com todo mundo, a gente só não espera que aconteça tão cedo, né? Poxa, o Gugu tinha tanta coisa para fazer ainda, estava começando a se preparar para poder curtir os momentos mais perto da familia, da esposa, da mãe. O Cesar Filho estava contando no programa que eles estavam acabando de voltar recentemente de uma viagem que ele planejou muito, com a família toda, a Portugal. Que ele deu esse presente pra mãe", continuou.

A apresentadora revelou que não sabe o que vai acontecer com o Família Record, especial de fim de ano que reunia os principais nomes da emissora em um amigo secreto. "A gente estava para se encontrar agora nos próximos dias na gravação do Família Record, que agora também não sabe o que vai acontecer. Eu não sei se vai acontecer, a gente ainda está esperando a emissora tomar uma decisão."

Já o jornalista Bruno Peruka ressaltou a simplicidade de Gugu e contou que gravou o especial do Canta Comigo com ele. "O Canta Comigo não vai ser mais o mesmo sem o Gugu, a televisão brasileira não vai ser mais a mesma sem o Gugu. Grande e eterno Gugu. Perdemos grandes profissionais, a televisão está cada dia mais pobre", disse apresentador do Balanço Geral Manhã.

Coração apertado

A cantora Adryana Ribeiro, do grupo Adryana e a Rapaziada, também valorizou que a obra que Gugu deixa é eterna. "Hoje a gente vem aqui, com o coração apertado, porque nós sabemos que todos nós vamos embora, mas tem pessoas que são eternas na nossa vida, e vão ficar eternamente. Todo mundo que trabalha com arte fica marcado. Principalmente seres humanos com ele", elogiou.

"Ele era muito generoso, uma pessoa humana, ele abria o coração dele. Não era apenas negócio, não era apenas televisão. Nós sabemos que ele era um líder de audiência, um homem de business, mas conosco, artistas, ele sempre foi humano, uma pessoa maravilhosa, desde o início da minha carreira. Antes de Adryana e a Rapaziada, eu era Adryana Ribeiro, ele me conheceu morena (risos) em 1995."

A líder da Rapaziada ainda revelou que foi chamada para ser jurada do Canta Comigo, reality show que Gugu comandava na Record. "Mas eu sou jurada do Silvio Santos, então não pude aceitar, seria o nosso novo contato. Estive com ele em outro programa que ele tinha aos domingos, então fazia um pouco de tempo que a gente não se via. Mas as memórias são as melhores. Não tenho um fio de cabelo ruim para falar, só a agradecer. A ele e à produção dele", valorizou a cantora.

Luiza Ambiel chorou ao falar com a imprensa sobre a relação que tinha com Gugu Liberato

Luiza Ambiel falou sobre a criação da famosa Banheira do Gugu: "Quando ele trouxe o quadro, ninguém ao certo sabia o que iria fazer. Ele gostava muito desse quadro. E quanto a gente começou e perguntava o que iria fazer [ele dizia]: 'Ah, não sei. Afoga o cara'. E deu certo". "[Ele era] tudo na minha vida. Eu comecei com ele. É como o pessoal brinca no meio artístico, eu sou 'cria' do Gugu", afirmou a atriz.

Luiza disse que só guardará lembranças boas do apresentador. Ela preferiu não ver o corpo de Gugu no caixão. "Eu quero ficar com a última imagem que eu tenho dele. Ele tinha aquela mania de abraçar a gente e olhar nos olhos", contou a modelo.

Robson Jassa, filho do cabeleireiro Jassa, contou que teve o prazer de crescer com Gugu frequentando sua casa. "Meus pais perderam um filho. Ele chamava meu pai de pai, minha mãe de mãe, é complicado. Hoje eu não consegui trabalhar porque não dá, todo mundo pergunta, todo mundo quer saber, todo mundo quer te dar um abraço. Eu entendo o carinho das pessoas, mas é muito díficil", disse ele.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook