Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SÍTIO DO PICAPAU AMARELO

Governo Bolsonaro inverte papéis e faz Cuca ser mais querida do que Emília

REPRODUÇÃO/TV GLOBO E INSTAGRAM

Montagem com imagens da personagem Cuca (à esq.) e Isabelle Drummond vestida de Emília

Cuca e Isabelle Drummond vestida de Emília; personagens do Sítio do Picapau Amarelo inverteram papéis

PAOLA ZANON

paola@noticiasdatv.com

Publicado em 18/8/2021 - 6h25

Após a polêmica sobre a igreja que Isabelle Drummond construiu em uma casa alugada, ficou claro nas redes sociais que o Brasil gosta mais da Cuca, que virou símbolo de vacinação, do que da Emília, personagem que foi interpretada pela atriz entre 2001 e 2006 no Sítio do Picapau Amarelo (2001-2007).

Na obra de Monteiro Lobato (1882-1948), a boneca ganhava vida, tomava uma pílula para começar a falar e não tinha filtro nenhum em seus pensamentos e atitudes. Já a Cuca, personagem do folclore brasileiro, era uma bruxa em forma de jacaré que morava em uma caverna. Foi interpretada por Jacira Santos até 2006 na Globo, mas com a voz de Mônica Rossi.

Desbocada e inconsequente, Emília era a única que não tinha medo da Cuca, a quem chamava de "jacaroa". A boneca quase sempre era uma das responsáveis por frustrar os planos mirabolantes --e maléficos-- da bruxa, fazendo com que o público a preferisse. 

Para quem foi criança nos anos 2000, é impossível falar em Isabelle Drummond sem se lembrar da boneca de pano interpretada por ela. Com programa de TV, álbum de figurinhas, brinquedos, jogos e fantasias, Emília marcou a infância de muita gente --assim como outros personagens do Sítio.

Esse, talvez, tenha sido o principal motivo de não ter havido um linchamento virtual quando a atriz supostamente demonstrou apoio a Jair Bolsonaro. Isabelle curtiu uma publicação em que Regina Duarte dizia que tinha vontade de "apertar 17 com força" em 2018 e também postou uma bandeira do Brasil, no dia da posse do presidente, com a frase "a hora chegou".

A artista chegou a ser criticada, mas nunca rebateu ou se defendeu, e o assunto acabou morrendo. Mas a recente construção da igreja, que também não foi comentada por ela até o momento, trouxe à tona suas preferências políticas junto a julgamentos de que ela teria se tornado uma evangélica fundamentalista.

A Cuca, por outro lado, ganhou um novo papel graças a Bolsonaro. Isso porque o presidente, que é negacionista quanto à pandemia e defende o tratamento precoce, insinuou que pessoas que tomassem a vacina contra a Covid-19 poderiam virar jacarés.

A declaração foi o suficiente para que a personagem do Sítio do Picapau Amarelo virasse uma espécie de símbolo da vacinação no Brasil. A brincadeira sobre virar jacaré ao receber o imunizante geralmente vem acompanhada de um meme da Cuca. Algumas pessoas, inclusive, fizeram sucesso ao se vestir como a bruxa no dia de tomar a vacina.

Confira versão em vídeo deste texto:

Veja também alguns dos memes nas redes sociais:


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Após derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na GloboRenascer no Globoplay: Saiba por onde anda o elenco da novela 28 anos depois

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas