Mudança de vida

Gêmeos marombeiros viram guia das celebridades brasileiras em Miami

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Gustavo Mendonça com o apresentador Gugu Liberato nos Estados Unidos - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Gustavo Mendonça com o apresentador Gugu Liberato nos Estados Unidos

RUI DANTAS - Publicado em 03/09/2018, às 05h38

Gustavo e Flávio Mendonça, os gêmeos saradões que bombaram no programa O+, apresentado por Otaviano Costa na Band no início dos anos 2000, sumiram da TV, mas continuam fazendo sucesso, pelo menos entre as celebridades brasileiras que vão passear ou comprar imóveis em Miami.

Para fechar negócios milionários no mercado imobiliário, Gustavo e Flávio viraram guias de luxo de famosos como a funkeira Anitta, o ator Tiago Abravanel, e os jogadores Neymar, Daniel Alves e Adriano Imperador.

O ex-assistente de palco, hoje com 39 anos, vive há sete na Flórida. Conta que atuar como um guia foi a forma que encontrou para cativar seus clientes e fechar negócios de corretor, vários deles de alguns milhões de dólares.

reprodução/instagram

 

Gustavo Mendonça com o jogador Neymar em uma das baladas que frequentam em Miami

"Os famosos do Brasil muitas vezes querem investir nos Estados Unidos, mas não sabem coisas elementares do dia a dia. Como ativar a luz de uma casa nos EUA? Como faço para abrir uma conta de banco por aqui? O que devo fazer para que meu carro tenha seguro?", comenta. "Virei uma referência para as celebridades."

Além disso, Gustavo pode resolver de bate-pronto pedidos especiais para festas badaladas, como um iate de última hora, uma Ferrari de ocasião ou um Porsche para um passeio à beira-mar.

Já Flávio continua morando no Brasil, mas está sempre por Miami, junto com seu gêmeo, participando das baladas com as personalidades.

A explicação para eles se tornarem guias e terem a aceitação imediata de famosos milionários é simples. Um outro irmão que não é gêmeo, Renato, o mais velho dos três, também se mudou para os Estados Unidos e é o braço direito de Gustavo na negociação de imóveis.

reprodução/instagram

Gustavo Mendonça e Rodrigo Faro posam em frente ao carro de luxo Porsche Carrera

enberger

"É uma questão de ter relacionamentos. As celebridades ficam mais tranquilas quando lembram que quem as está ajudando é uma pessoa que ela acompanhou em programas de televisão", diz.

Além dos citados acima, Gustavo ainda ciceroneou o ator Reynaldo Gianecchini, a modelo Anne Schoenberger, os apresentadores Rodrigo FaroGugu LiberatoRatinho e Carlos Alberto Nóbrega,o jogador brasileiro da NBA Leandrinho e o artilheiro Diego Tardelli, atualmente no futebol chinês.

Gustavo diz que não cobra pelo trabalho de indicar uma casa de shows que possa abrigar uma festa de arromba ou explicar como ligar a internet no apartamento de luxo de alguma celebridade amiga. "Mas sou o primeiro a ser lembrado quando ela quer comprar ou vender algum imóvel ou outro bem de valor aqui em Miami."

Nesses sete anos de EUA, foram ao redor de cem apartamentos negociados. Especializado em imóveis que variam de US$ 1 milhão (pouco mais de R$ 4 milhões) a US$ 50 milhões (cerca de R$ 210 milhões), o gêmeo fatura 7% de cada uma das vendas, como comissão de corretagem.

Ou seja, se o apartamento custou US$ 4 milhões, ele fatura US$ 280 mil (quase R$ 1,160 milhão) em uma única tacada. O Notícias da TV apurou que, desde que se estabeleceu no setor, Flávio já faturou mais de US$ 1 milhão (R$ 4,1 milhões), informação que o corretor não confirma nem desmente.

reprodução/instagram

Os irmãos Gustavo, Flávio e Renato (à direita), com o apresentador Ratinho nos EUA

Quando saíram as primeiras informações de que tinha virado corretor, algumas publicações fizeram parecer que Gustavo havia se dado mal e que seu fim, como ex-celebridade, tinha sido o de vender quitinete no centro de São Paulo.

"Acho que tudo nesta vida tem um ciclo. Antes, as pessoas ligavam a TV às 20h e me viam lá. Hoje, as celebridades me procuram no Instagram e está tudo resolvido. Claro que não estou nenhum pouco arrependido!"

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que você espera de O Sétimo Guardião?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook