Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Liberação

Fátima Bernardes se diz a favor da legalização da maconha: 'Direito de escolha'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A apresentadora Fátima Bernardes no estúdio do Encontro, na Globo, na edição de sexta-feira (19)

Fátima Bernardes na edição do Encontro de sexta-feira (19); apresentadora deu opiniões sobre aborto e maconha

REDAÇÃO

Publicado em 20/6/2020 - 8h34

A apresentadora Fátima Bernardes falou abertamente o que pensa sobre o uso de álcool e drogas, especificamente de maconha. A titular do Encontro se considera bastante "careta", mas acredita que a legalização da maconha no Brasil teria pontos positivos e que cada pessoa deve ter o direito de escolha em relação ao consumo da substância.

"É um assunto com prós e contras, mas sou a favor da legalização. Além de frear o tráfico e diminuir a violência, facilitaria o uso medicinal da maconha, um tema que enfrenta preconceito. Eu sou bem careta. Nunca experimentei droga. Nunca tomei um copo de chope na vida. No máximo bebo um pouquinho de vinho socialmente. Mas acredito firmemente no direito de escolha das pessoas para sua própria vida", afirmou em entrevista à revista Veja.

No fim de 2019, a cantora Ludmilla apresentou a música Verdinha, que diz respeito a plantação e comercialização de maconha, numa edição do Encontro. Isso gerou críticas de políticos e telepectadores nas redes sociais, o que acabou fazendo com que a classificação etária do programa mudasse de livre para indicada para maiores de 10 anos. Fátima não concorda com essa decisão.

"Nunca exibi cenas impróprias nem estimulei o consumo de álcool ou drogas. Quando abordo temas sensíveis, é sempre com muita responsabilidade. Não acho que uma música como aquela vai estimular qualquer coisa e não me arrependo de tê-la apresentado", disse a apresentadora.

Fátima ainda se declarou feminista e a favor da descriminalização do aborto no Brasil. "Pessoalmente, com a estrutura que sempre tive em família, não faria. Mas ninguém tem o direito de decidir sobre as opções do outro", deixou claro.

A apresentadora, que namora o deputado federal Túlio Gadelha, disse que seus ideais políticos não são nem de esquerda nem de direita, mas que ela é "humanista com ideias progressistas". No Encontro, frequentemente Fátima manifesta suas opiniões sobre notícias quentes e polêmicas, mas não vê problema nisso em sua postura jornalística.

"Hoje faço um programa meu e, quando vejo no nosso painel os assuntos em destaque nas redes sociais, me manifesto. Não é uma postura partidária. Só digo o que sinto e me ponho no lugar do telespectador", afirmou Fátima.

Leia também

Web Stories

+
Quem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no PedaçoAgressão e barraco em festa clandestina: Veja histórico dos peões de A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou do elenco de A Fazenda 13?