Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

QUEREM CALAR

Família de Tico Santa Cruz recebe ameaça de morte após críticas a Bolsonaro

Reprodução/Instagram

Tico Santa Cruz de boné preto com siglas em vermelho, rosto tatuado e moletom preto

Ativo nas redes, Tico Santa Cruz desabafou sobre ataques à família de apoiadores do governo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 22/6/2021 - 12h36

Ativo nas redes sociais, Tico Santa Cruz usou o seu perfil no Twitter, nesta terça-feira (22), para contar que sua família tem recebido ameaças de morte devido a seus protestos contra as medidas adotadas pelo governo de Jair Bolsonaro (sem partido). O vocalista da banda Detonautas disse que a situação é grave, por isso achou melhor torná-la pública para ter provas.

"Deixar público aqui o fato de que estão ameaçando minha família de morte. Não é a primeira vez que isso acontece. Mas a forma como estão fazendo é bastante grave! Então quero deixar registrado para que todos saibam dessa informação!", escreveu.

Após receber o apoio de seus seguidores, o músico se mostrou acolhido: "Quero agradecer a todas as pessoas que manifestaram solidariedade e apoio em relações as ameaças direcionadas a minha família".

Ele aproveitou o momento para voltar a se manifestar contra o presidente. "Seguiremos na luta! As autoridades competentes já foram acionadas! Não nos calarão com intimidações!", completou usando a hashtag "#FORABOLSONARO".

Confira as postagens abaixo:

Retaliação

Tico Santa Cruz não é o único artista que sofre retaliações por ser contra Bolsonaro. A atriz Paolla Oliveira, por exemplo, perdeu seguidores por participar da corrente para apoiar os atos contra o governo brasileiro que estão acontecendo nas ruas de capitais de todo o país e usou a hashtag #19JForaBolsonaro.

Na última segunda-feira (21), em uma cerimônia de formatura da Escola de Especialistas da Aeronáutica (EEAR), o presidente tirou a máscara de proteção contra a Covid-19 e intimidou a jornalista Laurene Santos, repórter da TV Vanguarda, afiliada da Globo em São Paulo. 

O político reclamou das cobranças sobre o uso do item de proteção e criticou os veículos de imprensa: "Canalhas".

"Eu chego como quiser, onde quiser. Eu cuido da minha vida, parem de tocar no assunto. Você quer botar ... [Bolsonaro tira máscara]. Vai botar agora que estou sem máscara em Guaratinguetá. Está feliz agora? Essa Globo é uma merda de imprensa, vocês são uma porcaria de imprensa. Cala a boca, vocês são uns canalhas", afirmou o presidente.

Após o ocorrido, a Globo criticou o ataque de Bolsonaro, em nota veiculada no Jornal Nacional. A emissora disse que ele estava "descontrolado" enquanto ofendia a jornalista e os veículos de imprensa.

"A repórter tentou explicar que o uso da máscara é exigência de lei. Mas, descontrolado, o presidente mandou a repórter calar a boca e insultou a Globo com palavrões", afirmou Renata Vasconcellos durante o telejornal.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.