Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PEDIDO INDEFERIDO

Ex-BBB Thelma Assis sofre primeira derrota na Justiça contra Eduardo Bolsonaro

Reprodução/Instagram

Thelma Assis de cabelo solto, sentada em um sofá azul, com blusa e calça xadrez em tom amarelho

Thelma Assis sofreu a primeira derrota judicial após ser criticada por viajar em meio à pandemia

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 22/1/2021 - 14h55
Atualizado em 22/1/2021 - 17h29

Thelma Assis, vencedora do BBB20, sofreu a primeira derrota em uma ação que move contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). A médica anestesiologista está processando o filho de Jair Bolsonaro por ele ter publicado críticas nas redes sociais sobre a viagem que a ex-sister fez com mais oito pessoas no Réveillon em meio à pandemia do coronavírus.

A juíza Paula Fernanda Navarro não atendeu ao pedido da apresentadora do É de Casa, da Globo, e ainda determinou que o processo não corra em segredo de Justiça, como Thelma havia solicitado. "Indefiro o pedido, já que as partes são pessoas públicas conhecidas", dizia trecho do processo.

A juíza também alegou que as observações feitas por Eduardo em suas postagens foram confirmadas pela própria médica, que confirmou ter viajado durante o período em que foi aconselhado isolamento social.

"Observo que a reclamação da parte autora [Thelma] recai sobre as críticas que lhe foram endereçadas em razão de um vídeo institucional que pede isolamento social aos cidadãos paulistanos, mas é acusada de descumpri-lo, pois estava em uma ilha com outros amigos para as festividades de fim de ano. Os fatos trazidos como ofensivos não são falsos, conforme relatos da própria autora, que confirmou que estava em uma ilha em companhia de outros oito amigos", pontuou.

Os detalhes do processo foram publicados nas redes sociais de Eduardo Bolsonaro. Na legenda da postagem no Instagram, o político chamou Thelma de hipócrita e enfatizou que não concordou com a atitude da milionária de viajar em um momento de pandemia.

"Recentemente postei que Thelminha, ex-BBB, era hipócrita por ter ganho R$ 180 mil para fazer vídeo para a Prefeitura de São Paulo dizendo para as pessoas ficarem em casa, mas ela própria foi festejar o final de ano numa ilha com amigas. Ora, pois esta é a própria definição de hipocrisia: falar algo e fazer outro", iniciou.

"Thelminha me processou, porém a juíza do caso não acolheu pedido liminar de Thelminha para excluir meu post, bem como também decidiu que os fatos não fazem jus ao sigilo do processo. Tudo embasado na liberdade de expressão consagrada em nossa constituição e no caso concreto, pois de fato Thelminha disse para as paulistanos ficarem em casa, mas nem ela própria o fez", escreveu.

Procurada pelo Notícias da TV, a assessoria de imprensa de Thelma Assis disse que a médica não se pronunciará sobre o caso.

Confira o post de Eduardo Bolsonaro com o processo judicial abaixo:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?