Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

APÓS UM ANO

Sem permissão da CNN, Caio Coppolla assina com Jovem Pan e se encrenca

REPRODUÇÃO/CNN BRASIL

Caio Coppola durante o quadro Liberdade de Opinião, na CNN Brasil

Contratado da CNN Brasil, Caio Coppolla terá um boletim informativo diário na rádio Jovem Pan

GABRIEL PERLINE, LUCIANO GUARALDO e VINÍCIUS ANDRADE

gabriel.perline@noticiasdatv.com

Publicado em 22/1/2021 - 12h58
Atualizado em 22/1/2021 - 14h39

Fora da Jovem Pan desde o fim de 2019, Caio Coppolla voltará à rádio em 1º de fevereiro. A informação foi confirmada pela empresa ao Notícias da TV. Mas o anúncio pegou de surpresa a CNN Brasil, com quem ele tem contrato de exclusividade e que não foi informada sobre a negociação.

"A CNN Brasil desconhece qualquer acordo de Caio Coppolla com a Jovem Pan e reforça que ele tem contrato de exclusividade até novembro de 2021", informou a assessoria do canal de notícias na tarde desta sexta (22).

O "namoro" entre Coppolla e Jovem Pan começou no ano passado. A ideia é que comentarista terá um boletim diário na programação no fim de tarde. O youtuber, no entanto, precisaria ter recebido o aval da CNN para acertar a sua volta, já que a rede de TV paga ocupa uma faixa de programação da rádio Transamérica.

O jornalista será responsável pelo informativo Boletim Copolla, que vai ao ar durante 10 minutos entre os programas 3 em 1 e Os Pingos nos Is, das 17h50 às 18h.

Às sextas-feiras, o boletim se estenderá um pouco mais e terá 25 minutos na programação, até s 18h15. As notícias serão sempre reprisadas no Jornal da Manhã do dia seguinte.

Até 2019, Copolla era comentarista político do Morning Show, mas deixou a emissora para fechar com a CNN Brasil. No canal de notícias, ele passou pelo quadro O Grande Debate e atualmente está no Liberdade de Opinião, que vai ao ar na faixa vespertina.

Procurada pela reportagem após o alerta da CNN, a Jovem Pan informou, por meio de sua assessoria, que a contratação do comentarista está acertada, mas que o acordo final ainda não foi assinado.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?