Freak show

Estrela da Record, Geraldo Luís lavou defunto e escapou de abuso

ANTONIO CHAHESTIAN/TV RECORD

Geraldo Luís e os assistentes de palco 'Morte' e o anão Marquinhos no cenário do Domingo Show - ANTONIO CHAHESTIAN/TV RECORD

Geraldo Luís e os assistentes de palco 'Morte' e o anão Marquinhos no cenário do Domingo Show

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 22/03/2014, às 15h02 - Atualizado em 23/03/2014, às 07h02

Novo showman da Record, Geraldo Luís já lavou defuntos, fez números em circos e fugiu de abuso sexual em um seminário para padres. Foi trabalhando em um IML (Instituto Médico Legal) que ele despertou seu lado repórter de polícia, função que desempenhou durante 17 anos e o levou para uma rede nacional. A partir de hoje (23), o apresentador usará todas essas experiências para atrair e segurar o público no Domingo Show, a grande aposta da Record neste mês.

O freak show será exibido ao vivo a partir das 11h e trará uma mistura de jornalismo popular com entretenimento. Para emplacar o programa, a Record aposta justamente na identidade do "povão" com o apresentador. Aos 42 anos, Geraldo Luís sempre investiu na imagem de homem do povo, simples, que tem o “olhar” de quem já passou por situações sofridas como muitos brasileiros. Mas que deu certo: “Imagina para um cara que lavava defunto o que é chegar aqui”.

Geraldo Luís cresceu em Limeira, no interior de São Paulo. O pai abandonou a família quando ele tinha dez anos. Sua mãe, Olga Moreira, criou o filho sozinha, morando em um cortiço numa zona de prostituição de Limeira (SP).

Começou cedo a trabalhar em uma emissora de rádio local, como assistente, mas acabou indo parar no IML para ter um salário melhor. Lavando cadáveres, ganhava três vezes. Foram oito anos fazendo isso. “Ser agente funerário me deu dureza, passei a ver aquilo como natural e me interessei em acompanhar os trabalhos dos peritos de polícia. Foi assim que eu virei repórter, nada mais me chocava.”

Geraldo Luís durante apresentação no Show de Calouros do SBT, nos anos 1990

Promiscuidade no seminário

Essa e outras histórias de seu passado vão ser contadas em um livro, que ele pretende lançar em maio e que deverá se chamar O Balanço de Uma Vida. A obra terá detalhes do que ele passou quando foi para um seminário de padres, com 17 anos.

“Eu e mais dois amigos quase fomos abusados sexualmente. Quando eu vi aquela promiscuidade dentro do seminário, aquilo me enojou. Era um final de semana, como se fosse um retiro. Depois de uns três dias lá, eu e um amigo pulamos a cerca e fugimos”, confidencia o apresentador.

Rejeição a Zeca Camargo

Para Geraldo Luís, esse novo “upgrade” em sua carreira se deve à necessidade de comunicadores na televisão brasileira que não inventem coisas mirabolantes e hollywoodianas. “A televisão está se renovando. Quem imaginaria que a Fátima Bernardes, com aquela cara sisuda que ela tinha no Jornal Nacional, iria dançar e brincar na TV?”, dispara.

“Por que o Vídeo Show está tomando pauleira do Balanço Geral desde a minha época? [com picos de 8 e 9 pontos no Ibope] Porque cansou o telespectador”, opina. Mas o Vídeo Show não cabou de ser renovado, com Zeca Camargo?

“A rejeição ao Zeca Camargo acontece porque o povo é simples. Se inventar demais, se deixar chique demais, estraga. O número que eu fazia no circo, da batata com as cadeiras, era tão simples e lotava as três sessões sempre. O dia em que a gente quis inventar, deixar o número mais bacana, ninguém deu risada”, exemplifica.

Geraldo Luís apresentou o Balanço Geral  SP fantasiado de Avatar para promover filme em 2012

LEIA TAMBÉM:

Garota que filmou Justin Bieber dormindo é cotada para A Fazenda

Em Família: autor pede cena 'picante' entre Jairo e Juliana

Jô Soares ignora Rafinha e Gentili e quer trabalhar mais 25 anos

Em Família começa a esquentar com briga de Laerte e Virgílio

Globo sacrifica nova série de Cauã Reymond às sextas-feiras

Silvio chama Helen de Ganzinha e pede para ver 'conteúdo'

No confronto entre três ex-CQCs, Gentili derrota Rafinha e Iozzi no Jô

André Marques volta quase irreconhecível no reality Superstar

Sexy, Monica Iozzi canta no Jô e detona olheira de William Waack

Em Família: Juliana avisa que se casará com Jairo e gera revolta

Record recicla documentário de 2009 em série sobre sequestros

Saiba quem são os finalistas do reality show de MMA da Globo

Em Família: Mais uma mulher se jogará nos braços de Laerte

Rafinha Bastos cutuca Wanessa e faz mesma piada de Gentili

Globo festeja 50 anos com recorde de programas e história do Brasil


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?
Sinta-se em Casa, com Marcelo Adnet sempre criativo e afiado
10.15%
Diário de um Confinado, com retrato fiel do isolamento social
17.34%
Cada um no seu Quadrado, com suas dinâmicas divertidas
2.40%
Prefiro as reprises das novelas mesmo
70.11%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook