Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

LUTO

Escritora Lya Luft morre aos 83 anos em Porto Alegre após lutar contra o câncer

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A escritora gaúcha Lya Luft em entrevista à Globo em 2015

Lya Luft em entrevista à Globo em 2015; escritora morreu nesta quinta-feira (30) em Porto Alegre (RS)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 30/12/2021 - 13h39

A escritora Lya Luft (1938-2021) morreu aos 83 anos na madrugada desta quinta-feira (30) em Porto Alegre (RS) após lutar contra o câncer. A informação foi divulgada por Susana Luft, uma das filhas da autora. A gaúcha estava em casa e foi diagnosticada com um melanoma descoberto já em fase de metástase há sete meses.

De acordo com Susana, a mãe havia sido internada recentemente, mas pediu liberação para passar o Natal em casa com a família. A escritora morreu enquanto dormia. O velório e enterro devem ser restritos à família e aos amigos.

Lya Luft era viúva do dicionarista Celso Luft (1921-1995), autor do dicionário que leva seu sobrenome, e com quem teve mais dois filhos além de Susana: André e Eduardo.

Filha de descendentes alemães, Lya nasceu em 15 de setembro de 1938, em Santa Cruz do Sul (RS) e foi incentivada pelos pais a desenvolver o hábito da leitura ainda na infância. Ela se encantou por grandes autores, como Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832) e Friedrich Schiller (1759-1805).

Na juventude, ela estudou Pedagogia e Letras Anglo-germânicas na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Depois, a autora conquistou os títulos de mestre em Linguística pela Faculdade Porto-Alegrense (Fapa) e doutora em Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde também deu aula.

Lya publicou várias obras literárias, como Perdas e Ganhos, As Parceiras e Pensar é Transgredir. Sua última publicação foi As Coisas Humanas, lançada no ano passado.

Em 2019, a escritora sofreu um infarto agudo do miocárdio e chegou a ficar internada por um tempo para realizar um procedimento cardiológico, em Porto Alegre. Em 2017, seu filho André sofreu uma parada cardiorrespiratória enquanto surfava, em Florianópolis, e morreu. 

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, manifestou pesar pela morte. "O Rio Grande do Sul perde um dos seus maiores nomes da literatura. Lya Luft nos deixa aos 83 anos e abre uma lacuna difícil de ser preenchida. Que Deus conforte a família e os amigos", publicou o político.

A Academia Riograndense de Letras também se pronunciou sobre a morte da autora por meio do presidente da entidade, Rafael Bán Jacobsen: "Comunico falecimento da Lya Luft, nossa escritora do ano, nesta madrugada. Nossa homenagem chegou em tempo e trouxe alegria aos seus últimos dias". 

TUDO SOBRE

Tragédias


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.