Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

EX-PRODUTOR

Condenado por estupro, Harvey Weinstein pode pegar até 140 anos de prisão

Reprodução/Netflix

Harvey Weinstein em cena do documentário Jeffrey Epstein: Poder e Perversão

Harvey Weinstein alegou inocência contra 11 acusações de estupro, mas cumpre pena de 23 anos

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 21/7/2021 - 18h49

Preso e condenado por estupro, Harvey Weinstein pode ter sua pena estendida para até 140 anos na prisão. O ex-magnata de Hollywood foi transferido para Los Angeles, onde irá a julgamento por mais 11 acusações de abuso sexual. Ele alega inocência em todos.

Os advogados de Weinstein entraram com uma moção para rejeitar três das acusações contra ele, argumentando que o prazo de prescrição expirou. Os processos estão relacionados com alegações de estupro e agressão por parte de cinco mulheres, com incidentes relatados entre 2004 e 2013.

O ex-produtor não conversou com a imprensa ao chegar no tribunal e só se manifestou perante o juiz do caso. Atualmente, ele cumpre pena de 23 anos por praticar sexo oral forçado na ex-assistente de produção Mimi Haleyi, em julho de 2006; ele também foi declarado culpado por estupro em terceiro grau da ex-atriz Jessica Mann, cometido em março de 2013.

"Qualquer um que abusar de seu poder e influência para se aproveitar de outros será levado à Justiça", disse o promotor distrital de Los Angeles George Gascón, que faz parte da equipe de acusação, em contato com a imprensa local.

As acusações formais apresentadas contra Weinstein em Los Angeles surgiram logo no início de seu julgamento em Nova York. Ele deveria enfrentar o novo processo no início de 2020, mas a corte adiou a análise do caso por conta da pandemia de Covid-19. O ex-produtor chegou a ser diagnosticado com o novo coronavírus em março do ano passado.

Após o fim do julgamento na costa oeste dos Estados Unidos, Weinstein retornará a Nova York para cumprir o resto de sua pena. Seus advogados entraram com um pedido de apelação da condenação com o argumento de que ele não teve um julgamento justo por parte do juiz responsável.

O ex-magnata deverá comparecer novamente aos tribunais em 29 de julho para nova audiência. Ainda sem data oficial, a decisão do processo deverá ser apresentada nas próximas semanas.


Leia também

Web Stories

+
Traição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acaloradaFim de casamento e cirurgia perigosa: Como estão os vencedores do Power Couple BrasilLustre de cristal e piso de mármore: Conheça o Carioca Palace, hotel de Pega PegaDe Luísa Sonza a Ana Hickmann: Veja as mansões de dez famosos brasileirosLonge dos holofotes: Veja por onde andam cinco atores de Hilda Furacão

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você vai acompanhar após o fim do No Limite e Power Couple?