Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MÍDIA CONSERVADORA

YouTube derruba canal de Luís Ernesto Lacombe por 'nudez e conteúdo sexual'

REPRODUÇÃO/REDETV!

Luís Ernesto Lacombe veste uma camisa branca por baixo de um blazer cinza enquanto apresenta jornal

O apresentador Luís Ernesto Lacombe; após ter canal hackeado, jornalista viu sua página ser derrubada

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 8/6/2021 - 15h31

O YouTube decidiu retirar do ar nesta terça-feira (8) o canal do jornalista Luís Ernesto Lacombe devido a "violações recorrentes ou graves da política sobre nudez ou conteúdo sexual". Conhecido por tecer comentários conservadores de direita, o apresentador do Opinião No Ar tinha pouco mais de 1 milhão de seguidores em sua página.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais, Lacombe afirmou que o canal tinha sido hackeado na noite de segunda-feira (7) e que os criminosos postaram imagens e conteúdos pornográficos na página. Isso teria levado o YouTube a bloquear o acesso dos usuários.

Segundo o apresentador da RedeTV!, o grupo que entrou em sua página é, supostamente, o mesmo que havia hackeado a página do Brasil Paralelo na mesma noite. "Coincidentemente, dois canais com conteúdo conservador e de direita."

Lacombe também afirmou no vídeo que desde que fundou o canal, há cerca de um ano, tem dificuldades com o YouTube. Segundo ele, os vídeos "têm alcance limitado, são deletados pela plataforma, as janelas das lives de esperas são derrubadas, e os inscritos não são avisados".

O apresentador da RedeTV! continuou sua reclamação e mandou um recado para a página de vídeos: "Ainda estou esperando as minhas placas de 100 mil e 1 milhão de seguidores".

Apoiador ferrenho do presidente Jair Bolsonaro, Lacombe já havia sido notificado e punido em março deste ano pela plataforma por ter divulgado uma entrevista com o médico negacionista Alessandro Loiola.

O YouTube também já deletou vídeos de entrevistas do médico para outros produtores de conteúdo, como a deputada Bia Kicis e o jornalista Rodrigo Constantino.

A página de Lacombe tinha 129 vídeos de entrevistas, a maioria com conservadores. Em uma das entrevistas, o apresentador ainda provocava: "Te desafio a encontrar algum(a) convidado(a) que não seja de algum bolsonarista ou alguma opinião que não seja de Bolsonaro".

No final do vídeo postado nesta terça-feira, Lacombe afirmou que sua equipe está trabalhando para recuperar o canal e que ele pretende voltar em breve com o conteúdo. "Vamos ficar um tempinho com o canal fora do ar."

Confira o vídeo publicado em suas redes sociais:

O jornalista Guilherme Felliti, analista de dados da Novelo Data, fez um levantamento do canal de Lacombe e percebeu que após o primeiro mês, o apresentador havia estagnado no número de seguidores. Confira:


Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
Final de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semanaFaustão na Band abala concorrentes com ibope histórico e equipe provoca RecordAntes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e mais

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas