Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

KAREN JUNQUEIRA

Atriz de Haja Coração cria projeto para orientar pais de vítimas de abuso sexual

Reprodução/Instagram

Karen Junqueira de cabelo liso, loiro, usando camiseta branca

Karen Junqueira foi vítima de estupro aos 12 anos e quer transformar o trauma em conscientização

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 27/1/2021 - 10h03

No ar na reprise de Haja Coração, Karen Junqueira criou um projeto para orientar pais de vítimas de abuso sexual. A ideia da campanha é alertar os responsáveis de crianças e jovens para os riscos da desinformação. Segundo a atriz, não falar com os filhos sobre educação sexual pode deixá-los mais vulneráveis para casos de violência.

"A ideia é conscientizar os pais para falar em casa sobre educação sexual. Fazer isso não se trata de ensinar precocemente sobre sexo, mas de promover o diálogo. A gente precisa diminuir esse tabu", declarou.

Cinco meses após revelar publicamente ter sido vítima de um estupro aos 12 anos de idade, a intérprete da vilã Jéssica na novela das sete disse que ajudou diversas pessoas ao fazer o seu relato. "Muitas mães me procuraram, amigas que sequer tinham imaginado que isso havia acontecido comigo... Essas pessoas comentaram que vão ficar mais atentas ao comportamento dos filhos", completou ela em entrevista à colunista Patricia Kogut, do jornal O Globo.

A artista também apontou um comportamento padrão em vítimas de abusos: "Reparei que, em muitos casos, muitas mulheres abriam a boca depois de uma se posicionar. E vira uma corrente de coragem. Muitas vezes, a pessoa que passa por isso sente medo, culpa, vergonha. Mas quem fez é que cometeu o crime".

Karen, que revelou seu trauma à família após se tornar adulta, enfatizou, por experiência própria, que grande parte das vítimas esconde dos responsáveis a dor.

"Há muitas crianças que nunca contaram nada aos pais, por vergonha, culpa ou medo de serem ameaçadas. Porque muitas vezes o abusador é um conhecido da família. Eu fiz quase dez anos de terapia e, para mim, foi um processo de libertação falar. Eu tirei um peso das costas. Compreendi que as palavras podem ser poderosas também para que isso não volte a acontecer com outras pessoas."


Leia também

Web Stories

+
De violência doméstica a desemprego: Como está o elenco de Roque SanteiroDe Fernanda Montenegro a Sônia Braga: Cinco atrizes que entraram para a históriaDe série com Liniker a nova temporada de Elite: Confira os lançamentos da semanaBastidores de O Diabo Veste Prada tiveram atriz deprimida e look vetado, saiba maisJuliette, Zico e Anitta: Sete celebridades que viraram tatuagens de fãs

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou de ver Tiago Leifert no comando da Super Dança dos Famosos?