Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

KAREN JUNQUEIRA

Ex-Malhação revela ter sido estuprada por pai de amiga aos 12 anos: 'Monstruoso'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Karen Junqueira com o cabelo solto e fundo escuro

Karen Junqueira em foto publicada nas redes sociais; atriz relatou que foi estuprada aos 12 anos

REDAÇÃO

Publicado em 21/7/2020 - 13h52

Karen Junqueira, que interpretou a Tuca em Malhação entre 2006 e 2007, revelou que foi estuprada aos 12 anos pelo pai de sua melhor amiga. A atriz decidiu tornar o fato público depois de encontrar seu abusador recentemente na cidade onde morava. "Tive que cruzar com a pessoa que me abusou vivendo livremente, como se nunca tivesse feito algo tão monstruoso", disparou.

O crime aconteceu em Caxambu, no interior de Minas Gerais, onde Karen vivia com sua família e para onde retornou durante a pandemia da Covid-19. Em relato escrito por ela mesma na revista Claudia, Karen disse que se lembra de todos os detalhes. Ela havia ido dormir na casa da amiga, que estava fazendo aniversário. "Era tarde da noite quando meu sono foi interrompido pelo pai dela", começou.

"Naquele instante, meu mundo parou. Eu congelei e sequer consegui abrir os olhos ou a boca para gritar. Lentamente, ele abaixou meu pijama e com seus dedos e língua começou a me tocar. Foram poucos minutos que se transformaram em uma eternidade massacrante", seguiu a atriz.

"Enquanto ele me abusava, sua filha dormia grudada em mim e eu escutava sua esposa tomar banho. Quando o chuveiro parou, ele rapidamente me vestiu o pijama e deixou o quarto. Eu me contorcia chorando e passei o resto da noite em claro, ainda estarrecida", relembrou Karen.

"No dia seguinte, uma repulsa enorme tomou conta de mim. Fui embora e me afastei da minha melhor amiga", disse. Na época, a atriz teve vergonha de contar para alguém o que havia acontecido e medo de ser culpada de alguma forma, pois as famílias eram muito próximas. "Minha cabeça não entendia", explicou.

Karen só conseguiu falar sobre o assunto com sua mãe dez anos mais tarde, quando seu pai morreu. "Alertei que aquela pessoa não era amigo da família, e sim um pedófilo que me abusou. Pedi para que não tocasse mais naquele assunto comigo, pois me machucava. Ela respeitou", contou.

Ao dar de cara com seu abusador nas ruas da cidade, aos 37 anos, a atriz reviveu o que aconteceu quando ela tinha 12. "Tudo veio à tona novamente. Tomei a decisão de não mais me calar. Ter que relembrar questionamentos da minha mãe me fez refletir profundamente a seriedade disso", contou ela, afirmando que a mãe acreditava que aquilo poderia ter sido apenas um pesadelo.

Apesar da desconfiança, a atriz afirma que não julga a mãe, pois ela é apenas mais uma vítima do machismo estrutural. Karen espera que seu relato encoraje outras mulheres que sofreram ou sofrem abusos a falar. "Se eu conseguir tocar o coração de alguém para que denúncias sejam feitas, ficarei imensamente grata e feliz por ter contribuído para que este ciclo de abuso seja quebrado. Não se calem", pediu.

Confira abaixo o relato, que também foi postado em seu Instagram:

View this post on Instagram

Procurando transcender e quebrar o silêncio, tomei a decisão de dividir com vocês meu relato, pois tenho visto a violência contra mulher aumentar e muito. São tempos difíceis e a violência e o abuso contra mulheres, meninas e crianças não podem mais ficar impunes e silenciadas. Meu objetivo é encorajar, motivar a não se calarem. Denunciem! Quantas mulheres já conheceram com uma história parecida? Precisamos repensar as estruturas em que fomos criados, os preconceitos e as culturas destrutivas. Minha história foi publicada hoje numa carta aberta à @claudiaonline, que teve a sensibilidade em abrir um canal para dar voz a mulheres, que passaram por abusos, possam ganhar espaço e acalento. Só quem passou por isso sabe a importância do poder que a fala tem nesse lugar de dor. Como acho necessário e importante fazer parte desse movimento! Juntas somos melhores e podemos influenciar a cura coletiva e cessar abusos contra a mulher, seja no trabalho, em casa ou qualquer lugar. Não podemos mais nos silenciar. Que possamos percorrer nosso caminho sem que nos corrompam, nos violem. Este dia está sendo transformador em minha vida! Me sinto caminhando para um horizonte ao ar livre com muitas possibilidades pela frente. Obrigada por fazerem parte disso comigo, não poderia deixar de agradecer @atilamigliari @evvacomunicacao @guilhermebarros @belpetean @isadercole @gutanascimento quero abraçar @ci_santtos 🙏

A post shared by Karen Junqueira (@karenjunqueira) on

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?