Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

BRIGA NA JUSTIÇA

Após ser desmentido, ex-marido de Thiago Salvático ameaça: 'A verdade vai aparecer'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem de fotos com Guilherme Stangherlin (esquerda) e Thiago Salvatico (esquerda)

Guilherme Stangherlin (à esq.) diz ser ex-marido de Thiago Salvatico (à dir.); ois dois brigam na Justiça

REDAÇÃO

Publicado em 29/6/2020 - 16h47

Guilherme Stangherlin, empresário que afirma ter vivido uma relação conjugal com Thiago Salvático, voltou a falar sobre o romance com o chef de cozinha após ser desmentido nas redes sociais. Segundo o suposto namorado de Gugu Liberato, o rapaz é, na verdade, um ex-funcionário de sua empresa. "A verdade vai aparecer", ameaçou.

Na noite de domingo (28), Salvático rompeu o silêncio e disse nunca ter sido casado ou tido uma união estável por Stangherlin, que ainda se disse sócio dele. "Trata-se de um sujeito que trabalhava por temporadas nas minhas sorveterias aqui na Alemanha. Foi demitido em 2018 e recontratado neste ano. Em maio foi demitido por abandono de emprego", disse.

Stangherlin, por sua vez, usou a ferramenta Stories de seu Instagram para dar sua versão dos fatos. "Queria agradecer a todas as mensagens de carinho que recebi nos últimos dias. Muito obrigado mesmo", agradeceu nesta segunda-feira (29).

"Sobre os posts que o Thiago andou publicando e se referindo [a mim] como um sujeito, segundo ele, e que eu era um funcionário dele. Só tenho uma coisa a dizer: a verdade vai aparecer e a justiça será feita. Eu vou até o final", disse.

Na sequência, o empresário publicou trechos de mensagens de WhatsApp que enviou para seu suposto ex-marido. "Em respeito às pessoas que me querem bem e, em fazer valer a verdade, trago print de parte de uma mensagem que enviei a meu ex-companheiro solicitando ver resolvido nosso convívio e sem exposição. De maneira amigável", escreveu.

No bate-papo datado de 3 de junho, Stangherlin entra em contato com Salvático para dar um aviso sobre a relação trabalhista existente entre os dois. "Boa tarde, Thiago. Novamente, estou entrando em contato para que a gente resolva nossa situação administrativamente. Não gostaria de ingressar com o processo judicial, pois não gostaria de exposição da minha vida, da nossa relação, por isso, quero resolver de forma amigável e sigilosa", apontou.

"Mas também não posso nem vou abrir mão de tudo que construí com você ao longo desses anos. Já estou no Brasil e gostaria muito que você resolvesse essa questão sem exposição, pois se de fato não houver acordo entre nós, não vai me restar alternativas a não ser lutar pelo que tenho direito", enfatizou.

O brasileiro pede ainda que o suposto namorado de Gugu dê baixa em seu registro na sorveteria. "Você sabe muito bem o porquê achamos melhor me registrar na época. E agora preciso que dê baixa nessa situação. Pede para a contadora resolver essa questão para mim, pois não quero ficar com pendências aí na Alemanha", pediu.

Nas mensagens expostas por Stangherlin, não há respostas de Salvático ou comprovações de que ele, de fato, recebeu e visualizou o conteúdo. "Vi que você desistiu da ridícula ação que você entrou contra a família do Gugu, creio que a consciência deve ter batido, pois jamais imaginei que teria coragem de fazer isso", continuou.

"Te confesso, Thiago, que a decepção foi muito grande assim que descobri o que estava fazendo. Meu sexto sentido me dizia que havia algo errado nessas suas viagens repentinas. Mas tudo bem, vida que segue", finalizou.

Veja publicações de Guilherme Stangherlin no Instgram:

Entenda o caso

Guilherme Stangherlin entrou na Justiça contra Thiago Salvático, alegando ter sido traído pelo chef de cozinha. No processo, ele diz que viveram uma vida conjugal por quatro anos e que soube pela imprensa que seu ex-companheiro mantinha um relacionamento paralelo com Gugu Liberato.

"Nesses quase cinco anos que a gente morava junto eu nunca vi o nome de Gugu. Eu tinha acesso ao celular dele, a gente dormia junto. O nome do Gugu eu nunca ouvi nesse período que eu estava com ele, de 2016 até dia 23 de maio, quando eu saí da nossa casa. Nunca vi coisas do Gugu, fotos do Gugu, nunca tive ciência de nada disso. Se ele teve algum envolvimento, ele foi muito... não quero falar esse palavrão. Ele foi muito manipulador. Me manipulava. Hoje eu tenho certeza disso, plena certeza que ele me manipulava. E me mantinha num cárcere psicológico fodido", disse o empresário ao colunista Leo Dias.

"Só hoje consigo entender a gravidade disso, desse relacionamento abusivo que estava vivendo. Eu não reconheço o Thiago que conheci em 2016. Eu não sei a intenção, onde ele queria chegar com tudo isso, porque todo mundo conhecia que nós tínhamos uma relação. Tanto é que no final do ano agora, antes de voltarmos para a Alemanha, ele foi pra casa dos meus pais, levou uma orquídea para minha mãe, nos abraçou, fizemos fotos, entendeu? Aí vir em rede nacional falar... é foda", concluiu.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?