Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

REPRESENTATIVIDADE

Após Aguinaldo Silva alfinetar Beyoncé, Jéssica Ellen coloca autor contra a parede

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem com Beyoncé, Aguinaldo Silva e Jéssica Ellen

Beyoncé, Aguinaldo Silva e Jéssica Ellen; atriz de Amor de Mãe cobrou novelista sobre representatividade

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 24/8/2021 - 20h15

Jéssica Ellen colocou Aguinaldo Silva contra a parede para cobrar representatividade. Nesta terça-feira (24), depois de o autor de Império alfinetar a cantora Beyoncé Knowles, a atriz de Amor de Mãe (2019) questionou o posicionamento do novelista.

"Aguinaldo, vamos falar de Brasil? Quando, em suas novelas, seus protagonistas tiveram a pele como a minha? Quando, em suas novelas, a cultura preta brasileira foi abordada para ajudar na autoestima da população preta? Quando olho a imagem da Beyoncé poderosa e milionária, penso na potência que nós negros somos e no quanto ela inspira milhares de pessoas pretas no mundo todo", escreveu Jéssica no Instagram.

Na publicação, a atriz afirmou que as protagonistas negras seguem sendo minoria na televisão brasileira: "Não é por falta de talento, e sim oportunidades. O problema do Brasil não é a Beyoncé ser milionária, é a elite branca se incomodar com nossa autonomia e ascensão social".

"O problema é ainda sermos vistos apenas como descendentes de escravizados e não reais potências! O problema é ter um país com mais de 50% da população preta e isso nem sequer estar representado nos filmes e novelas", complementou a intérprete de Camila no folhetim de Manuela Dias.

Na segunda-feira (23), Beyoncé usou um diamante Tiffany durante uma ação publicitária. O item de luxo descoberto em 1877 é raro, e a diva do pop foi a primeira mulher negra a utilizar a peça. Em seu Twitter, Silva comentou sobre a repercussão deste caso.

"'Beyoncé se torna a quarta pessoa da história e a primeira mulher negra a usar o Diamante Tiffany': pois é, mas para mim, justiça social só quando qualquer mulher, independente da raça, idade, religião ou fama puder usá-lo. Isso acontecerá algum dia? O que vocês acham?", indagou ele.

"Joelly tem 37 anos, é negra, diarista, mãe de três filhos e nenhum pai para ajudar a criá-los. Fico aqui a imaginar o que lhe passa pela cabeça quando ela lê notícias como essa sobre o colar milionário de Beyoncé. Gente, vamos cair um pouco na real, tá legal?", complementou o autor, que também disse que a cantora faz parte da "elite branca".

Confira a publicação de Jéssica Ellen e os tuítes de Aguinaldo Silva:


Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.