Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SE REINVENTOU

Após 18 anos de TV aberta, Sabrina Sato busca maturidade no GNT

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Sabrina Sato de cabelo solto e camisa verde

Sabrina Sato em foto nas redes; apresentadora saiu da TV aberta e assumiu programas no GNT

PAOLA ZANON

paola@noticiasdatv.com

Publicado em 8/5/2022 - 6h30

Dezoito anos depois de ganhar destaque na Globo com o BBB 3, Sabrina Sato voltou para a emissora, mas de um jeito diferente. A apresentadora, que sempre agradou ao público com seu jeito moleca, sua falta de filtro e sua espontaneidade, assumiu três atrações no GNT, canal pago do grupo. Segundo ela mesma, essa mudança representa um amadurecimento em sua carreira.

Além do Desapegue se For Capaz, que estreou na última sexta-feira (6), Sabrina também está à frente do Saia Justa e teve um especial de Carnaval para acompanhar a correria dos desfiles em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Mesmo com o medo diante da grande mudança, a mulher de Duda Nagle não pensa em voltar atrás. "Estou passando por um processo, essa transformação é um amadurecimento. Principalmente com esse programa. É um amadurecimento profissional, mas também pessoal", declara em entrevista ao Notícias da TV.

Sabrina chamou a atenção na TV em 2003, quando participou do Big Brother Brasil. Desde então, o público se acostumou a vê-la de maneira simples, sempre brincalhona. O programa Pânico enxergou a irreverência dela como oportunidade de sucesso.

No humorístico, ela foi repórter de 2003 a 2014 e fez loucuras que hoje são difíceis de imaginar --algumas sofreriam uma chuva de críticas nas redes sociais e renderiam diversos cancelamentos.

Sabrina só saiu do Pânico quando recebeu uma oferta irrecusável da Record: ter um programa solo. A apresentadora chegou na emissora de Edir Macedo sem saber muito o que fazer, mas conseguiu deixar a atração com a cara dela e a conduziu durante cinco anos com o mesmo bom humor de sempre.

Após o fim do Programa da Sabrina, a ex-BBB foi se aventurar no mundo dos realities: esteve à frente de Made in Japão, Game dos Clones e Ilha Record, mas sem deixar de lado a irreverência.

A chegada no GNT não exigiu o fim da espontaneidade de Sabrina --ainda bem--, mas ela precisou se adaptar a novos formatos e a um novo público, algo completamente diferente em sua carreira. "É essa coisa de falar assim: 'Agora vou fazer por mim'. Algo que eu quero fazer. Estou me dando de presente essa chance, essa oportunidade de mudança", declara ela.

TUDO SOBRE

GNT

Sabrina Sato


Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.