Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CONTRA JUAN DARTHÉS

Apoiada por Alinne Moraes, Thelma Fardin sofre derrota na Justiça em caso de estupro

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem com imagens de Alinne Moraes (à esq.) e Thelma Fardin

Alinne Moraes e Thelma Fardin em fotos publicadas nas redes sociais; argentina sofreu estupro

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 10/2/2022 - 18h42

Thelma Fardin sofreu uma derrota na Justiça na última terça-feira (8). A atriz argentina move uma ação contra o também ator argentino Juan Darthés. Ela afirma que o artista a estuprou quando era menor de idade --o processo foi anulado. Na época da denúncia, ela recebeu apoio de artistas brasileiras como Alinne Moraes, Bruna Linzmeyer, Paula Braun, Nathalia Dill e outras.

A ação, que corre em segredo de Justiça, foi anulada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região e encaminhada para o Tribunal de Justiça de São Paulo. A derrota, no entanto, não quer dizer que o acusado foi absolvido nem que o caso foi encerrado.

Darthés foi denunciado por Thelma em 2018. Segundo ela, o ator a estuprou em um quarto de hotel em Nicarágua durante a turnê de uma peça infantil no ano de 2009, quando ela tinha apenas 16 anos. A atriz disse que só teve coragem de falar sobre o fato após Calu Rivero, outra atriz argentina, acusar Juan de abuso sexual.

Logo após as denúncias, o ator decidiu vir morar no Brasil, onde tem cidadania --por este motivo o caso está sendo julgado em São Paulo. Diversas atrizes brasileiras assinaram um manifesto contra a vinda do argentino. Na época, as artistas da Globo estavam com a campanha "Mexeu com uma, mexeu com todas", em decorrência das denúncias de abuso sexual contra José Mayer.

"Nós, irmãs brasileiras, repudiamos a chegada ao Brasil de Juan Darthés, ator argentino recentemente denunciado por estupro pela atriz Thelma Fardin. Ela era menor de idade na época da violação e sua denúncia se une a de outras mulheres, apontando atos de assédio e abuso sexual cometidos por Juan", dizia o texto compartilhado por elas nas redes sociais.

A acusação de Thelma deu início ao movimento Me Too (eu também, em tradução livre do inglês) na Argentina. O nome é uma referência ao movimento iniciado nos Estados Unidos contra o assédio e o abuso sexual em Hollywood após as inúmeras denúncias contra o produtor Harvey Weinstein.

"O Me Too Brasil expressa seu apoio incondicional à atriz Thelma Fardin que foi vítima de estupro, quando ainda era menor de idade, pelo ator argentino Juan Darthés. O Me Too Brasil tem acompanhado o caso desde o início, tendo participado de evento de apoio à atriz, organizado pelo Coletivo Respeito Em Cena em 2021", declarou a organização do movimento ao Notícias da TV.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.