Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NO TRIBUNAL

Amber Heard cai no choro ao depor contra Johnny Depp: 'Disse que ia me matar'

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Amber Heard segura as lágrimas no tribunal

A atriz Amber Heard se emociona durante depoimento nesta quarta-feira (4)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 4/5/2022 - 21h20

A guerra judicial entre Amber Heard e Johnny Depp chegou ao 14º dia nesta quarta-feira (4), quando a atriz de Aquaman (2018) finalmente foi chamada para depor. Durante sua fala, a estrela foi às lágrimas ao relatar as várias brigas que teve com o ex-marido. Ela ainda lembrou que ele teria a ameaçado: "Ele dizia que poderia me matar".

Amber contou que fez uma viagem com Depp e os filhos dele, Lily-Rose e Jack, para se despedir do iate de luxo do ator, que tinha vendido a embarcação para a autora J.K. Rowling. Na época, segundo a atriz, Depp tinha voltado a beber, mas ainda escondia esse fato dos herdeiros.

"Ele estava colocando [a bebida] em copos de café. E ele começou a ficar mais bêbado, porque Johnny não tem um botão de desliga", relatou. Segundo ela, Lily-Rose começou a desconfiar que o pai teria recaído e entrou em pânico. Amber teria tentado consolar a então enteada, e Depp se revoltou ao ver as duas juntas.

"Ele começou a me acusar de dedurá-lo, a chamá-lo de bêbado na frente dos filhos. Eu não tinha feito aquilo. Não achava que era meu lugar compartilhar aquilo com a filha dele ou com qualquer outra pessoa. Ele me jogou contra a parede do barco, me segurou pelo pescoço e disse que poderia me matar, que eu era uma vergonha, que eu o enojava."

"Eu nunca vou esquecer aquilo. Eu amava muito toda aquela família e ele disse que eu era uma vergonha para ele. Aquilo, de alguma forma, me marcou mais do que ele dizer que poderia me matar. Os xingamentos que ele disse, me empurrar contra a parede pelo pescoço... Aquilo me magoou e machucou", continuou Amber.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.