Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

REPRESENTATIVIDADE

Alvo de ataques racistas, Maju Coutinho diz que está disposta a lutar: 'Responsabilidade'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A apresentadora e jornalista Maria Júlia Coutinho no Jornal Hoje, da Globo, edição do dia 2 de setembro

Maria Júlia Coutinho no Jornal Hoje; fora das câmeras, apresentadora não se abala com preconceito

REDAÇÃO

Publicado em 3/9/2020 - 10h57

Alvo de ataques racistas nas redes sociais, Maju Coutinho declarou que está cada vez mais disposta a lutar contra o preconceito. "Ser uma referência neste movimento [racial] é uma responsabilidade", explicou a apresentadora da Globo. Recentemente, a titular do Jornal Hoje também foi atacada por apoiadores de Jair Bolsonaro.

Capa da revista Raça Brasil, Maria Júlia Coutinho ressaltou que se orgulha de ser um símbolo de representatividade para tantas crianças negras ao apresentar um dos principais telejornais do país.

"Sou marcada com frequência em postagens de fotos e vídeos de crianças negras na frente da tela da TV com minha imagem ao fundo, apresentando o JH. Geralmente, a legenda das publicações menciona a importância da representatividade. Essas postagens são como presentes nestes tempos tensos que estamos vivendo", avaliou a jornalista. 

"É um momento de tamanha intolerância, que aqueles que se sentem incomodados com fatos contrários a sua posição ideológica extravasam ódio e reagem de modo, geralmente, muito mal-educado", exemplifica a comunicadora, em entrevista ao veículo focado na cultura afro. 

Sobre ter sido atacada por apoiadores do presidente, Maju revelou que prefere ignorar os haters, mas cogita ir à Justiça nos casos mais graves, para dar o exemplo de que nenhum crime deve ficar impune. 

"Ser uma referência neste movimento [de afirmação racial] é uma responsabilidade. E isso implica em contribuir para que o debate e as ações de inclusão de nós negros na sociedade avancem. O avanço se dará quando a presença negra em diversos setores for naturalizada", concluiu a ex-garota do tempo do Jornal Nacional. 

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você acha das demissões de veteranos da Globo?