Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DE MANHÃ

Globo exibe tortura policial de homem pelado e deixa parte íntima à mostra

Reprodução/TV Globo

Daniel Prude sem roupa, sendo torturado pela polícia dos Estados Unidos, no meio da rua

A imagem sem o desfoque no corpo de Daniel Prude foi exibida pelo Bom Dia Brasil e pelo Hora 1, da Globo

REDAÇÃO

Publicado em 3/9/2020 - 9h59
Atualizado em 3/9/2020 - 15h02

O Hora 1 e o Bom Dia Brasil, da Globo, desta quinta-feira (3) exibiram um vídeo explícito de tortura policial contra o norte-americano Daniel Prude. Foi possível ver detalhes do corpo do homem, como suas partes íntimas, bem rapidamente. O desfoque da sequência foi feito apenas no fim da gravação, quando já tinha sido possível ver o indivíduo se debatendo.

Apesar disso, antes da reportagem mostrar o vídeo, a apresentadora Ana Paula Araújo disse que o telejornal não mostraria as imagens na íntegra, pois eram fortes demais, principalmente por se tratar de um noticiário matinal.

Prude morreu em 30 de março de 2020, sete dias após ser humilhado pela polícia em uma rua de Rochester, no estado de Nova York. As imagens da tortura foram disponibilizadas apenas nesta semana. O próprio irmão da vítima chamou a polícia, porque parecia que Daniel estava sofrendo um surto psicótico.

Os agentes colocaram na cabeça de Daniel um capuz de malha, usado para evitar que o suspeito cuspa ou morda, após ele gritar que estava com coronavírus. O artifício usado pelas autoridades é considerado um acessório de tortura.

Um médico concluiu que a morte de Prude foi um homicídio causado por complicações de asfixia por ação física.

A imagem utilizada acima foi desfocada pela equipe do Notícias da TV. A reportagem pediu um posicionamento sobre as cenas explícitas para a Globo, mas não obteve resposta.

Assista ao vídeo exibido pela Globo abaixo:

[Atenção: Imagens fortes]

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você acha das demissões de veteranos da Globo?