Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PROCESSO SEGUE

Acusado de crimes sexuais, Kevin Spacey paga fiança e deixa tribunal

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Imagem de Kevin Spacey deixando tribunal em Londres

Kevin Spacey deixa tribunal em Londres; ator pagou fiança e responderá processo em liberdade

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 16/6/2022 - 12h53
Atualizado em 16/6/2022 - 12h54

Kevin Spacey compareceu a um tribunal de Londres nesta quinta-feira (16) e pagou uma fiança para responder em liberdade as acusações de agressões sexuais que enfrenta na Justiça. O ator "negou veementemente" que tenha cometido os crimes denunciados por três homens.

Junto com o advogado Patrick Gibbs, o ator de 62 anos foi voluntariamente ao tribunal britânico. "O senhor Spacey nega veementemente toda e qualquer criminalidade neste caso", afirmou Gibbs durante a audiência. 

Os promotores solicitaram que Spacey ficasse em Londres até a próxima audiência, marcada para 14 de julho. No entanto, devido à ida voluntária, o vice-magistrado-chefe do tribunal, Tam Ikram, concedeu a fiança e alertou que, caso o protagonista de House of Cards (2013-2018) não apareça na próxima audiência, a Justiça emitirá um mandado de prisão.

Segundo o jornal The Guardian, a audiência durou cerca de meia hora e foi amplamente ocupada pelas alegações da promotoria e da defesa sobre se Spacey deveria ou não receber a liberdade sob fiança. No final da audiência, o ator agradeceu ao juiz pela decisão. 

Nos relatos atualmente analisados pela Justiça, encontram-se quatro acusações de agressão sexual supostamente cometidas por Spacey contra três homens em 2005, 2008 e 2013.

As denúncias contra Spacey tornaram-se públicas em 2017, quando o ator foi acusado de assédio e abuso sexual por pelo menos 20 homens. Na época, o ator revelou ser gay e pediu desculpas pelo que assumiu ter feito. O escândalo provocou sua demissão da série da Netflix.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.