Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NA REDETV!

'Me senti chateada, insatisfeita e invadida', diz Simony após sofrer assédio ao vivo

REPRODUÇÃO/REDETV!

No início do Bastidores do Carnaval deste sábado (22), Simony fala e levanta o dedo

No início do Bastidores do Carnaval deste sábado (22), Simony comentou o assédio que sofreu de Dudu Camargo

REDAÇÃO

Publicado em 22/2/2020 - 23h58

Simony não fugiu do assunto assédio em sua primeira entrada ao vivo no programa Bastidores do Carnaval, da RedeTV!, na noite deste sábado (22). Na última madrugada, Dudu Camargo a agarrou ao vivo, passou a mão em seus seios e disse que queria fazer um filho nela. A cantora confessou que se sentiu chateada e invadida.

"Ontem, aconteceu um episódio que me deixou chateada, insatisfeita e invadida. Nós, mulheres, temos o direito de dizer o que a gente quer e o que a gente não quer. O meu corpo é o meu corpo e só toca nele quando eu permitir", disse Simony, no programa deste sábado (22).

"Você, que se sentir invadida por qualquer coisa, tem que dizer que não é não e denunciar, então o meu repúdio é por qualquer pessoa que encoste em você sem a sua permissão", aconselhou a cantora.

Depois, ela deu sequência ao programa e comandou as entrevistas no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, ao lado de Nelson Rubens.

Simony também se pronunciou, no fim da tarde deste sábado (22), sobre o assédio. "Se fizesse comigo em qualquer outro lugar, teria levado uma porrada na cara. Meu corpo minhas regras. Não é não. Chega dessa palhaçada!", escreveu.

"Nós mulheres temos o direito de usar e abusar de decotes e roupas curtas. Isso não dá o direito de virem passando a mão. Me senti sim constrangida em meu primeiro dia de trabalho. Tenho 38 anos de carreira e gostaria de ser respeitada principalmente como filha, como mãe e como mulher", desabafou a artista em uma publicação em seu Instagram.

"Fiquei sem reação e chocada. Agradeço muito todos vocês que se solidarizaram comigo", finalizou a cantora, que pretendia se pronunciar ao vivo durante o Bastidores do Carnaval da noite deste sábado, mas acabou se adiantando pelas redes sociais. Ela também apagou um Stories que tinha feito no qual aparecia entrevistando Dudu.

Minutos depois, ela deletou a primeira reclamação e fez outras duas publicações, nas quais desabafou ainda mais: "Por mais 'permissiva' e brincalhona que possa sugerir ser uma transmissão de bastidores do Carnaval, me senti mal, me vi vulnerável em uma situação desagradável", contou ela.

"Aqui não falo somente por mim, mas por outras mulheres que não somente nesse período mas todos os dias se deparam com episódios em que um homem se vê no direito de passar a mão, fazer 'brincadeiras' de mau gosto e em último grau forçá-las a algo que não querem", continuou a artista.

"Eu poderia achar que o que Dudu Camargo fez foi apenas “brincadeirinha” mas sinceramente me senti mal em não poder dizer ali o que eu achei da cena. Ele passa a mão em mim como se estivesse apalpando um pedaço de carne, me puxa o pescoço e fala que está querendo 'procriar', oi?", questionou.

"Ali estava claro que a 'brincadeira' de Dudu era sexualizada, queria mostrar-se como 'macho' afim de satisfazer sua vontade sem pedir, sem perguntar, sem pensar que além dele existia ali a minha vontade. Com todo o respeito ao Nelson Rubens, pessoa que admiro, também não gostei de ser 'disponibilizada' por estar solteira como se estivesse a espera de alguém a qualquer momento."

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?