Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PARAIBANOS

Mesmo sem assistir ao BBB21, Chico César torce por Juliette: 'Bom para o Nordeste'

Reprodução/Instagram/Globoplay

Montagem de imagem de Chico César sorrindo com um violão ao lado de Juliette Freire em foto dentro da casa do BBB21

Chico César e Juliette Freire; música do cantor viralizou após ser cantada pela sister no BBB21

ANDRÉ CARLOS ZORZI

azorzi@noticiasdatv.com

Publicado em 24/2/2021 - 6h50

Após ser cantada por Juliette Freire no BBB21, a música Deus Me Proteja entrou na lista de virais do Spotify. O cantor Chico César comentou sobre o impulso dado à canção pela advogada e declarou torcida para que ela vença o reality show --mesmo sem assistir ao programa da Globo. "É bom para o Nordeste. O sotaque, os assuntos que ela traz, mostram quem somos e que o Brasil é vasto", afirmou o músico ao Notícias da TV

"É uma mulher nordestina, paraibana, [minha] conterrânea, muito honesta. Ela usa a força do adversário contra ele mesmo. Me parece algo zen", completou o artista.

Seu envolvimento com a participante teve início quando Deus Me Proteja, música feita em parceria com Dominguinhos (1941-2013) no álbum Francisco, Forró y Frevo (2008), chegou ao topo de uma lista com músicas virais 13 anos depois de seu lançamento, após a paraibana ter cantado a canção no Big Brother Brasil.

"Sinto que tudo tem seu tempo, nada é 'pra já'. Eu soube porque o Instagram dela, ou de fã dela, publicou e me marcou. Fico muito feliz. As canções têm vida própria. Deus Me Proteja é uma canção que gravei com o mestre Dominguinhos e, no fim da música, tem a minha mãe. Ambos já não estão mais aqui entre nós. É lindo que estejam vivos agora através de Juliette, do BBB e das pessoas que estão conhecendo a música", destacou o cantor.

Caso o vídeo não viralizasse nas redes sociais, dificilmente Chico César teria tomado conhecimento da cantoria de Juliette: "Sinceramente, eu nunca assisti a um capítulo de Big Brother, nunca. Nem no tempo em que o Jean Wyllys, que é meu amigo, esteve, eu assisti. Então também não tenho uma opinião. Sei que é algo que mobiliza muito as pessoas". 

O artista também destaca que planeja conhecer a participante do BBB21 pessoalmente: "Para mim, será um prazer incrível conhecer essa moça, paraibana tão forte e tão representativa. Espero que ela saia bem do confinamento e que possamos nos encontrar. Ela ganhando ou perdendo, os meus braços estão abertos para abraçá-la".

"Não tinha pensado de cara 'vamos fazer uma live, um vídeo juntos cantando Deus Me Proteja', mas tem havido bastante essa sugestão. Para mim seria um prazer cantar com ela", continua Chico César. Apesar de Juliette não saber da torcida do músico, os administradores de seu perfil já chegaram a compartilhar um vídeo com a música.

Chico César ainda ressaltou outras músicas cantadas pela advogada no BBB21, como Dona Cila, de Maria Gadú, e Triste, Louca ou Má, da banda Francisco, El Hombre, que define como uma "canção feminista incrível".

"[Julitette] faz isso sem aparentemente levantar a bandeira da militância. Não que seja ruim levantar a bandeira da militância, mas essa informalidade de algo que está introjetado nela, que é um desejo de felicidade, alegria, isso é libertador para todos nós", encerra o cantor.

Confira vídeos de Juliette Freire e Chico César cantando a música Deus Me Proteja abaixo:


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube para conferir nossos boletins diários sobre BBB21


Saiba tudo sobre o BBB21 com o podcast O Brasil Tá Vendo

Ouça "#27 - Os famosos do camarote estão perdidos no BBB21?" no Spreaker.


Últimas de BBB21

Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Elenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreram

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas