Sem papas na língua

Fora do BBB, Hana abre o jogo sobre bissexualidade e namoros abusivos

Hana Khalil foi eliminada do Big Brother Brasil 19 no último dia 5; ela sonha em ser apresentadora -

Hana Khalil foi eliminada do Big Brother Brasil 19 no último dia 5; ela sonha em ser apresentadora

REDAÇÃO - Publicado em 10/02/2019, às 08h16

Hana Khalil está fora do Big Brother Brasil 19 e disposta a voltar a encarar as câmeras como apresentadora. Ela abre o jogo sobre ser bissexual, gostar de deixar suas axilas peludas, bullying e também sobre os quatro namoros que teve com homens, todos abusivos.

Vote na enquete do BBB19: Alan, Diego e Isabella estão no paredão; quem deve sair?

Hana era uma das poucas participantes que movimentavam a casa. Sem papas na língua, conta como a família encara sua bissexualidade. "É aquela coisa: você só descobre que você é homofóbico de verdade quando você tem alguém na sua família que é gay, ou bi ou trans. Eles atribuíram muito isso a uma fase", diz. 

Eliminada do BBB no último dia 5, ela concedeu uma entrevista ao jornal Extra, publicação do Grupo Globo, na qual revela que já teve casos com mulheres, mas nunca namorou uma.

"Sempre gostei de mulheres, mas sempre inibi isso em mim por conta da homofobia descarada, de te colocarem no lugar de um ET, de dizerem que você tem uma doença. E achava que eu tinha mesmo algum problema", comenta.

Carioca e com 22 anos, ela conta que isso mudou a se tornar uma mulher empoderada, que sabe que pode fazer o que quer. Hana namorou quatro homens e afirma que todos os relacionamentos foram abusivos, pois eles eram machistas, controladores, opressores e até racistas.

Violência verbal e momentos difíceis 
"Fui muito submissa a todos eles, deixei eles me controlarem, de não poder usar tal roupa, falar alto. Tive um namorado que não me deixava ficar em pé na boate para as pessoas não olharem para a minha bunda. Isso foi muito punk para mim. Passei por momentos horríveis, de abusos psicológicos, de violência verbal, de ser puxada com violência pelo braço", desabafa.

A ex-sister confessa que demorei muito para entender que era uma vítima. "Estava sempre disposta a viver um grande amor, só depois que eu fui ver que esse é um jeito estúpido de romantizar relações abusivas e tóxicas".

Ela também fala que sofreu bullying na infância porque sempre foi a "diferente, esquisita e doida". Na época da escola, foi apelidada de "cabelo de guarda-chuva", o que a fazia sofrer. Depois, ela mudou e passou a ver a fissura das pessoas por aparência como algo que não é natural.

Eliminada gosta de deixar axilas peludas
"Teve uma época que eu já deixei as axilas peludas. Me sinto confortável raspando, mas, às vezes, eu gosto de deixar grande. Assusta a família. A família tradicional brasileira se incomoda com mulheres que decidem cuidar dos seus próprios corpos e sem uma regulamentação patriarcal", discursa. 

A eliminação ainda no começo do BBB a incomodou. "O Brasil que me eliminou foi um Brasil que não está preparado para escutar uma mulher empoderada, militante, com características masculinas, que tem confiança quando fala." 

Hana agora quer investir na carreira de apresentadora e sonha em sair de casa para morar sozinha. 

Últimas de BBB19

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem você acha que é o serial killer de O Sétimo Guardião?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook