Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SERÁ DESCLASSIFICADO?

BBB19: Polícia avalia intimar Maycon a depor por apologia a maus-tratos a animais

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Maycon Santos é alvo de inquérito da Polícia do Rio de Janeiro após declarações polêmicas no BBB19 - REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Maycon Santos é alvo de inquérito da Polícia do Rio de Janeiro após declarações polêmicas no BBB19

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 15/2/2019 - 12h51

Maycon Santos pode ser intimado a prestar esclarecimento sobre as declarações de apologia a maus-tratos a animais e zoofilia que fez no BBB19. A informação foi confirmada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro nesta sexta (15). O participante é investigado em um inquérito na 32ª DP de Taquara. A delegacia também pediu à Globo os vídeos com as falas supostamente criminosas do vendedor de queijos.

Leia também - Maycon, Rodrigo e Tereza estão no paredão do BBB19; vote na enquete

"O delegado Maurício Mendonça, titular da 32ª DP, encaminhou ofício à TV Globo requisitando as imagens nas quais consta a fala de Maycon Santos. A autoridade policial também está avaliando a necessidade de oitiva imediata", informou a assessoria da Polícia Civil em nota enviada ao Notícias da TV.

A Globo se manifestou sobre as investigações no programa de quinta-feira (14). Tiago Leifert fez um discurso ao vivo. "Os vídeos contendo as falas consideradas ofensivas foram enviados às autoridades competentes e estão em avaliação. Dependendo do parecer dessas autoridades, o programa tomará providências, como sempre fez", disse.

Nesta edição do BBB, Vanderson Brito foi expulso na segunda semana de confinamento para prestar depoimento à Polícia. Ele era alvo de três inquéritos na Deam (Delegacia de Atendimento às Mulher) do Acre.

O registro da ocorrência contra Maycon foi feito pelo ativista Randel Silva no início desta semana. "Verificamos os vídeos e ficamos indignados, pois lutamos diariamente contra os maus-tratos. Ver vídeos de alguém contando aos risos que colocou bombinha em rabo de gato em rede nacional é terrível. Isso é apologia e um péssimo exemplo", disse o militante pela causa animal.

Maycon também comentou com os BBBs que perdeu a virgindade com uma cabra. Além de fazer o boletim de ocorrência na Polícia Civil do Rio de Janeiro, Randel Silva está liderando uma campanha contra o brother nas redes sociais, e espera que ele seja expulso ou eliminado da briga pelo prêmio de R$ 1,5 milhão.

A família do mineiro se manifestou nas redes sociais dele nesta semana: "Referente a comentários ditos, equivocados ou não, nos sentimos constrangidos e envergonhados. Viemos nos desculpar publicamente. Sua falta de conhecimento e instrução nos leva a frases preconceituosas enraizadas na infância dos brasileiros. Após o reality, ele mesmo virá a público através desse mesmo canal para se desculpar. Terá também oportunidade de aprender mais sobre o assunto".

Outra investigação que envolve participantes do Big Brother Brasil 19 acontece na Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), e avalia declarações de preconceito religioso.

No BBB13, Dhomini Ferreira também foi investigado por uma fala polêmica. Na ocasião, ele afirmou que teria arrancado todos os dentes de um cachorro com um machado porque o animal o teria mordido três vezes. O inquérito foi arquivado, mas a eliminação do goiano aconteceu menos de uma semana depois da declaração.

Últimas de BBB19

Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na política

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas