Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ABAIXO DA MÉDIA

À espera de A Fazenda 12, Record enfrenta fase difícil no Ibope

REPRODUÇÃO/RECORD

Montagem de fotos com Luiz Bacci no Cidade Alerta e o ator Dudu Azevedo como Jesus na novela da Record

Com Cidade Alerta (de Luiz Bacci) e novelas (como Jesus) em baixa, A Fazenda 12 pode melhorar ibope da Record

REDAÇÃO

Publicado em 5/9/2020 - 7h15

Na terça-feira (8), a Record terá uma mudança na grade noturna, com a estreia de A Fazenda 12, seu principal reality show. Além de turbinar patrocínios e causar repercussão em redes sociais, o programa apresentado por Marcos Mion terá como missão recuperar um público que a emissora tem perdido nas últimas semanas. Essa é a fase mais difícil da Record no quesito audiência desde o início do período de quarentena na Grande São Paulo, em março.

Até meados de agosto, com a faixa vespertina turbinada pela reprise de A Escrava Isaura, e o Cidade Alerta sempre acima dos 8,0 pontos de média, a emissora ficava na vice-liderança na média-dia (das 7h à meia-noite) com frequência, deixando o SBT em terceiro lugar.

Nem mesmo os resultados abaixo do esperado de Apocalipse e Jesus no horário nobre prejudicavam o desempenho geral da Record. No entanto, desde o último 19, a diferença para a emissora de Silvio Santos caiu, e as vitórias passaram a ficar cada vez mais raras no embate diário.

Nesta semana, entre 31 de agosto e 3 de setembro, foram dois empates na média-dia e duas vitórias do SBT, segundo dados consolidados do Ibope (os resultados de sexta-feira, 4, ainda não saíram). Nesse período, a Record ficou com 5,4 pontos de média, contra 5,6 da concorrente pela vice-liderança.

Além da fuga de público na faixa da tarde da emissora, o Cidade Alerta também está em um momento ruim, com média de apenas 5,8 pontos na semana. Jesus, que será exibida antes de A Fazenda, registrou 5,6 pontos nesse período.

O cenário é bem diferente do registrado uma semana antes de estrear A Fazenda 11, no ano passado. Entre 9 de setembro (segunda-feira) e 12 de setembro (quinta) de 2019, a Record tinha registrado 6,5 pontos de ibope, contra 6,4 do SBT. O policialesco apresentado por Luiz Bacci havia marcado 9,0 pontos de média naquela ocasião. O Jornal da Record, programa que antecedia o reality show, anotara 5,5.

Os 87 episódios da última temporada de A Fazenda, que terminou como a menos vista da história, marcaram 8,2 pontos. Ou seja, mesmo uma edição abaixo da média conseguiu melhorar os números da emissora.

Em 2020, a Record promete uma edição histórica por dois motivos principais: o formato, que sofrerá algumas alterações, com o fim dos grupos e todo o cuidado com a saúde redobrado por conta da pandemia; e pelo elenco, que ainda não foi oficialmente divulgado, mas terá nomes como Jojo Todynho, Biel e Lidi Lisboa.

A Fazenda 12 ainda pode alcançar outros feitos importantes: virar um fenômeno de repercussão nas redes sociais e aumentar a audiência da programação da Record como um todo, recolocando a emissora na vice-liderança pela média-dia. 

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?