Crise no horário nobre

Audiência da TV paga dispara e cresce 70% com crise de Em Família

Reprodução/TV Globo

Bruna Marquezine chora em chamada de relançamento da novela Em Família - Reprodução/TV Globo

Bruna Marquezine chora em chamada de relançamento da novela Em Família

DANIEL CASTRO - Publicado em 19/04/2014, às 07h12

Os canais de TV por assinatura estão adorando Em Família, novela das nove da Globo. Eles têm sido os maiores beneficiados com a crise de audiência da novela de Manoel Carlos, que não consegue superar a casa dos 30 pontos e é a pior da história das 21h da Globo. Com Em Família, a Globo perdeu em março um de cada quatro telespectadores que tinha em janeiro com Amor à Vida.

Levantamento obtido com exclusividade pelo Notícias da TV mostra que a maior parte do público de Amor à Vida migrou para a fragmentada TV paga. Em janeiro, a sigla OCN (que na medição de TV aberta do Ibope congrega principalmente canais por assinatura) somava 7,5 pontos. Em março, saltou para 12,8, uma alta de 70%.

A audiência da novela das nove da Globo caiu de 39,7 pontos na Grande SP em janeiro para 28,8 em março. Com Em Família, a emissora perdeu 10,9 pontos, mais do que a audiência de todas as suas concorrentes juntas. Em janeiro, no horário de Amor à Vida, Record, SBT, Band e Rede TV! somavam 10,2 pontos.

A queda, de 27%, preocupa executivos da Globo. Nesta semana, a emissora lançou um esforço para recuperar a audiência de Em Família. As chamadas da novela aumentaram em 15% e ganharam um novo formato, o de depoimento de personagens. Bruna Marquezine apareceu no ar chorando ao justificar a atração de sua Luiza por Laerte (Gabriel Braga Nunes). A trama sofreu viradas e passou a ficar mais movimentada.

A derrocada de Em Família, no entanto, não chega a ser assustadora para os executivos da Globo. Isso porque nenhuma concorrente direta teve crescimento relevante. A liderança da Globo está longe de ser ameaçada nem mesmo pela soma das concorrentes comerciais (14,9 pontos em março).

Entre as TVs abertas, só a Rede TV! cresceu mais do que o conjunto da TV paga. Foi de 0,5 ponto em janeiro para 1,0 em março. O SBT tomou o segundo lugar da Record e foi de 4,1 para 6,1. A Record subiu de 4,2 para 5,8. E a Band, de 1,4 para 2,0. 

As pessoas não deixaram de ver TV, apenas boicotaram a novela que não empolgou. O número de televisores ligados caiu só 0,6 ponto (de 61,9 para 61,3).

LEIA TAMBÉM:

Mamma Bruschetta se recusa a mostrar lado homem para Justus

Letícia Spiller se mantém bela com gelatina de búfala e dieta indígena

Globo dá férias de um ano para Mateus Solano descansar imagem

Em Família: Juliana engravida de Jairo e novela dá uma virada

Gugu Liberato se associa à Endemol e poderá produzir até novela

Globo erra no português ao divulgar futebol e vira piada na web

Record põe RecNov à venda e pode encerrar produção de novelas

Em Família: Autor reescreve cenas e transforma briga em barraco

Silvio Santos quer programa ao vivo e ameaça demitir Portiolli e Eliana


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook