Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MALFORMAÇÃO CONGÊNITA

O que é a anomalia de Ebstein, que fez filha de Cazarré ser operada às pressas?

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY E INSTAGRAM

Montagem com Juliano Cazarré no É de Casa e registro dele ao lado da mulher e filha após parto

Juliano Cazarré no É de Casa e ao lado da mulher e filha após parto; entenda caso clínico

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 23/6/2022 - 6h15

Quinta filha de Juliano Cazarré, Maria Guilhermina nasceu na terça (21) e foi operada às pressas por causa do diagnóstico da anomalia de Ebstein. A cardiopatia rara afeta um em cada dez mil bebês e pode causar problemas como arritmias e inchaços nas pernas.

"A anomalia de Ebstein é uma malformação congênita de uma das válvulas do coração, a tricúspide. Nessa anomalia, pode ocorrer um mau funcionamento da válvula com refluxo de sangue e consequente dilatação do coração a longo prazo", explica Caio Henrique, cardiologista e arritmologista pela Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas, ao Notícias da TV.

A válvula tricúspide é uma das responsáveis pelo controle do fluxo sanguíneo entre os átrios e os ventrículos, cavidades internas do coração. Segundo o profissional, na maioria dos casos o diagnóstico da anomalia é feito por meio do exame de ecocardiograma.

"Existe o tratamento cirúrgico para reparar a válvula defeituosa", destaca Henrique. Contudo, pelo fato dessa malformação ocorrer durante o desenvolvimento do coração ao longo da gravidez, não existe uma forma de prevenção.

"Em alguns casos, os sintomas da anomalia de Ebstein se desenvolvem mais tardiamente, como cansaço aos esforços, palpitações, arritmias e inchaço nas pernas", reforça.

Questionado pela reportagem, o médico detalha que a cirurgia para a correção da válvula é "muito delicada" e que "só pode ser realizada em hospitais de referência com grande experiência em cirurgias em cardiopatias congênitas".

Reparo no coração

Ao anunciar o nascimento de Maria Guilhermina, Cazarré detalhou a luta enfrentada pela criança logo nas primeiras horas de vida. "Nossa pequena guerreira passou seu primeiro dia de vida fazendo um reparo importante no coração. A cirurgia correu bem, ela está estável e segue se recuperando e recebendo os melhores cuidados", explicou o ator.

Em uma publicação feita no Instagram, o intérprete de Alcides em Pantanal, da Globo, reforçou que a família descobriu a anomalia durante o pré-natal: "Ao longo da gestação, os médicos perceberam que o caso dela seria um dos mais raros e graves dentro da anomalia e, por isso, decidimos vir para São Paulo para que ela pudesse nascer com a equipe mais especializada"

"Ela nasceu muito bem, surpreendeu a todos com muita força e saúde", complementou o galã na publicação. Confira:


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.