Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ESPECIALISTA EXPLICA

BBB 22: Exposição dos pais em reality show afeta desenvolvimento dos filhos

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Montagem com Arthur Aguiar e Pedro Scooby no BBB 22

Arthur Aguiar e Pedro Scooby no BBB 22; exposição dos brothers pode afetar vida dos filhos

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 21/3/2022 - 6h25

Entrar em um reality show como o BBB 22 não resulta na visibilidade apenas para os participantes. Seus amigos e familiares também são atingidos pela exposição na casa mais vigiada do Brasil. No entanto, esta projeção midiática pode afetar o desenvolvimento dos filhos dos brothers.

"Os filhos, quando são pequenos, não têm como definir os caminhos que vão seguir na vida, dependem dos pais. Os pais são figuras públicas, eles [os filhos], não. Conforme as crianças forem crescendo, elas podem sofrer julgamentos na escola, dos amigos. Então, é importante ter um cuidado para expor a intimidade de uma família, as diferenças e dificuldades", afirma Telma Abrahão, especialista em neurociência comportamental infantil.

Arthur Aguiar, Douglas Silva, Pedro Scooby e Paulo André Camilo têm filhos. No entanto, a paternidade do surfista é amplamente exposta na mídia devido ao relacionamento anterior com Luana Piovani. "Com certeza, as crianças podem sofrer consequências desse lavar pratos em público", pontua.

Luana, inclusive, dividiu opiniões ao proibir os filhos de gravarem uma mensagem para Scooby. A atriz não quis expor as crianças em rede nacional.

"Falar em consequências, de forma generalizada, é algo complicado, porque não existe uma regra. Se você tiver quatro irmãos vivendo juntos dentro de uma casa e eles passarem pelo mesmo problema, cada um vai interpretar de um jeito. A percepção da realidade é muito individual, então não é que vai afetar. Pode afetar, dependendo da personalidade de cada criança", pondera.

Se é uma criança mais sensível e ela começa a sofrer bullying na escola por causa disso, vai afetá-la de uma forma mais severa. Precisamos entender que a infância é a base da vida e que é nessa fase que formamos as nossas crenças, valores, percepção de mundo.

"Quando você tem a sua vida pessoal exposta ainda na infância, a gente nunca sabe de onde pode vir o ataque. Então, preservar as crianças disso é muito importante. A criança não tem a capacidade cognitiva de um adulto, que raciocina: 'Ah não, isso que a pessoa está falando não é verdade'. A criança não tem essa percepção. Então, se alguém chega rotulando essa criança ou falando mal dos pais, isso vai afetá-la diretamente, pois ela ainda não tem a capacidade de se defender racionalmente como um adulto", complementa.

Luana e Scooby, por exemplo, já contaram em redes sociais que às vezes divergem na criação dos filhos. Sobre isso, a especialista pondera:

Eles não precisam ser idênticos nem concordar em tudo, mas precisam levar em consideração a educação dos filhos, e isso precisa ser uma prioridade. Então, por mais que um não concorde com o outro, eles têm que chegar em um consenso pelo bem da família, pelo bem dessa criança. Não é ficar o tempo todo discordando na frente dos filhos, um falando mal do outro, jamais!

Saiba tudo sobre o BBB 22 com o podcast O Brasil Tá Vendo

Ouça "#70 - Como explicar o fracasso do Lollipop?" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube para conferir nossos boletins diários, entrevistas e vídeos ao vivo sobre reality show:


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.