Televisão

SE EU FECHAR OS OLHOS AGORA

Mariana Ximenes busca humor em femme fatale: 'Adoraria ser a Tatá Werneck'

Reprodução/TV Globo

Mariana Ximenes na pele da sedutora Adalgisa de Se Eu Fechar os Olhos Agora: riso e tragédia - Reprodução/TV Globo

Mariana Ximenes na pele da sedutora Adalgisa de Se Eu Fechar os Olhos Agora: riso e tragédia

REDAÇÃO - Publicado em 23/04/2019, às 05h18

No ar em Se Eu Fechar os Olhos Agora como a sedutora e misteriosa Adalgisa, Mariana Ximenes buscou um pouco do sarcasmo e das piadas da personagem para a própria vida. "Ela tem muito humor, e eu adoraria ser a Tatá Werneck (risos)", brinca a atriz, que contracenou com a comediante em Haja Coração (2016), última novela que fez na Globo.

"Mas, como eu não sou a Tatá, trouxe muito da minha convivência com ela [para a personagem da minissérie] e, depois que fiz a Adalgisa, eu comecei a tentar colocar um pouco mais de humor na minha vida", explica Mariana.

A atriz, que completou duas décadas na televisão, teve poucas oportunidades de fazer comédia na carreira. Flertou com o humor na pele da Bionda de Uga Uga (2000) e se jogou de cabeça para fazer a Tancinha de Haja Coração, uma reedição da personagem de Sassaricando (1987) que transformou Claudia Raia em estrela.

Na maioria das vezes, porém, Mariana teve papéis dramáticos. Caso da Rosário de A Casa das Sete Mulheres (2003) e da vilã Clara de Passione (2010). Na minissérie de Ricardo Linhares que a Globo exibe atualmente, ela junta o melhor dos dois mundos.

"A Adalgisa é uma mulher danada. Ela é provocadora, provocativa, ex-miss, vaidosa, irreverente, tem muito humor, é uma delícia. Solta umas frases que eu adoro, do tipo 'Queria ter o fígado no lugar do coração, porque assim eu podia beber mais e sentir menos'. Mas, ao mesmo tempo, ela tem uma profundidade, muitos mistérios e uma tristeza absurda. Chora, sente saudade e ninguém sabe muito bem do quê", valoriza.

Mulher de época, mas atual

Apesar de a minissérie se passar nos anos 1960, Mariana defende que a história é extremamente atual --algo similar ao que a série Coisa Mais Linda, da Netflix, fez com uma trama situada em 1959. "Ela fala de temas que duram até hoje, infelizmente, como feminicídio, racismo, a subserviência da mulher... São assuntos que estão ali na época, mas que ainda rendem muita discussão", filosofa.

"A própria Adalgisa é uma mulher muito à frente do seu tempo, aparece vestisse calça em um evento quando a convenção social exigia que ela um vestido, uma saia. Ela ousa, faz o que quer da vida dela. E acaba sendo morta. É muito atual."

Mas, ao mesmo tempo em que puxou um pouco do humor da personagem para sua vida, Mariana também levou um pouco da própria vivência para Adalgisa. É que ela também precisou desafiar algumas convenções sociais para virar atriz.

"Eu comecei a trabalhar com 14, 15 anos, à revelia da minha mãe, que queria que eu só estudasse. Mudei pro Rio de Janeiro com 17 anos e não parei mais, nem quero parar. Acho que nós, mulheres, estamos trabalhando, lutando pelos nossos direitos. Fui na passeata de 8 de março e vi uma mulherada forte, vibrante, com um grito potente. E espero que ele transborde para todas que ainda não deram o seu grito."

Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Leia também

Cleo como a vilã Betina, em O Tempo Não Para; atriz foi desbancada e perdeu papel em Éramos seis - REPRODUÇÃO/TV GLOBO

PERDEU PAPEL

Cleo perde papel para nova aposta da Globo e chance de atuar com a mãe

Dalila (Alice Wegmann) em cena da novela das seis; libanesa vai cuidar sozinha do enterro da mãe - Reprodução/TV Globo

Família despedaçada

Dalila expulsa Aziz do enterro da mãe e o chama de assassino

Olavo (Tony Ramos) em cena da novela das nove da Globo; vilão será enganado pelo mocinho - Reprodução/TV Globo

Rasteira no vilão

O Sétimo Guardião: Olavo cai em blefe e tira Valentina da cadeia

Isabella Moreira em cenas de As Aventuras de Poliana; atriz se irritou com perguntas sobre sua sexualidade - REPRODUÇÃO/SBT

ISABELLA MOREIRA

Atriz de Poliana se irrita com perguntas sobre sua sexualidade

Participantes da quarta temporada do De Férias com o Ex, da MTV, que estreia nesta quinta-feira (25) - DIVULGAÇÃO/MTV

REALITY SHOW

MTV cria estratégia para estimular brigas no De Férias com o Ex

Matheus Furlan, Poliana Rozado e Renato Lombardi na Hora da Venenosa de sexta-feira (19):  - Reprodução/Record

AUDIÊNCIAS DE 19/4/2019

Sem Fabíola Reipert, A Hora da Venenosa perde feio para filme da Globo

+ Lidas

1

Mais dez mulheres vão à polícia contra repórter da Record acusado de assédio

2

Repórter da Record é acusado de assediar pelo menos 12 mulheres

3

Repórter que acusou Datena de assédio sexual recebe novo diagnóstico

4

Dê adeus ao faroeste em A Dona do Pedaço: Veja 5 bafos da próxima fase

5

No segundo dia, Topíssima cresce, surpreende Record e desponta como hit

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

ENQUETE

Enquete

Qual sua novela preferida atualmente?

Últimas notícias

Jerônimo (Jesuita Barbosa) se dará muito mal após ser desmascarado por João (Rafael Vitti) em Verão 90 - Reprodução/Globo
O jornalista Gérson de Souza durante gravação do Domingo Espetacular, do qual era repórter especial - Reprodução/Record
Em Topíssima, o ator Emilio Orciollo Netto vive o químico Taylor Smith, o Walter White da Record - Reprodução/Record
Zachary Quinto surge rejuvenescido em cena da série NOS4A2: vampiro misterioso e sádico - Fotos: Divulgação/AMC