Temporada 2018-2019

Nova safra de séries resgata clássicos, claques e imita This Is Us e 13 Reasons Why

Divulgação/ABC

Os atores Scott Foley e Lauren Cohan (a Maggie de Walking Dead) em cena de Whiskey Cavalier - Divulgação/ABC

Os atores Scott Foley e Lauren Cohan (a Maggie de Walking Dead) em cena de Whiskey Cavalier

JOÃO DA PAZ - Publicado em 18/05/2018, às 05h00

As TVs abertas dos Estados Unidos terminaram ontem (17) a apresentação de suas programações para a nova temporada, que começa em setembro. Chegarão ao ar 37 novas séries para todos os gostos, das tradicionais tramas policiais a comédias com claque (risadas de fundo). Há ainda a busca por uma nova This Is Us e o resgate de atrações clássicas, como Murphy Brown, Charmed, Magnum e Roswell.

Dos remakes, Magnum é o que mais gera, ao mesmo tempo, polêmica e expectativa. Na década de 1980, o ator Tom Selleck eternizou o detetive Magnum (e seu impecável bigode). Fãs torceram o nariz com a ideia de recriar a trama, receosos com possibilidade de mancharem a mística do personagem icônico.

Mas a nova Magnum P.I., da rede CBS, vai sair do papel e será comandada por alguém familiarizado em adaptar para o século 21 um personagem clássico da TV. O produtor Peter Lenkov, showrunner da versão atualizada de MacGyver e responsável pelo remake de Hawaii Five-0, será o comandante da série, protagonizada por Jay Hernandez (Scandal). O ator não tentou imitar o bigode de Selleck _ainda bem.

A CBS tirou do baú outra série cult. Mas com Murphy Brown, exibida entre 1988 e 1998 e vencedora de 18 Emmys (inclusive duas estatuetas de melhor comédia), será diferente. A atriz Candice Bergen irá reviver a jornalista Murphy Brown nos dias de hoje, época na qual notícias falsas circulam nas redes sociais. É um ambiente político e cultural bem diferente daquele mostrado pela original.

Volta ao tradicional
Produções como The Office (2005-2013) e New Girl (2011-2018) trouxeram para a TV aberta dos EUA o conceito da comédia filmada com câmera única, sem risadas de fundo. Nos últimos anos, as quatro principais redes (ABC, CBS, Fox, NBC) optaram por esse modelo em detrimento do mais tradicional, das filmadas com plateia e com claque. Essa tendência mudou.

divulgação/CBS

Felix Mallard (à dir), Amber Stevens West e Damon Wayans Jr. na comédia Happy Together

Para a próxima temporada, elas encomendaram sete comédias com claque, três a mais do que nos últimos dois anos. Murphy Brown se encaixa nesse modelo, assim como Abby's, que almeja ser uma nova Cheers, e Happy Together, inspirada na vida do ex-One Direction Harry Styles e protagonizada por Damon Wayans Jr. (ex-New Girl).

As TVs têm bons motivos para acreditar nas risadas forçadas. A temporada 2017-2018 caminha para ter duas comédias com claque na primeira e segunda posições entre as séries mais vistas nos Estados Unidos: The Big Bang Theory e Roseanne.

Nova This Is Us
No lado dramático, as redes querem uma nova This Is Us, um drama para deixar os telespectadores aos prantos. A ABC busca isso descaradamente com A Million Little Things, que ainda por cima tem um quê de 13 Reasons Why com protagonistas adultos. Ao final do trailer apresentado nesta semana a jornalistas, muitos dos presentes foram às lágrimas.

A história apresenta um grupo de amigos que se conheceram há dez anos, quando ficaram presos em um elevador. Eles tocaram a vida e mantiveram contato entre si, mas superficialmente. Tudo muda no dia em que um deles comete suicídio. A tragédia os une com mais força e acende um alerta sobre a importância da amizade.

A NBC, que já exibe This Is Us, traz o drama The Village, que pretende contar o cotidiano de moradores de um prédio no Brooklyn, em Nova York, que não se consideram apenas vizinhos, mas sim uma grande família.

reprodução/CBS

Jay Hernandez vive o icônico Magnum em nova versão da série homônima, sem o bigodão

Mais policiais
Quem curte dramas policiais pode ficar tranquilo. Como de praxe, as TVs dos EUA trazem novas séries do gênero.

Protagonizada por Lauren Cohan (Walking Dead) e com Tyler James Williams (Todo Mundo Odeia o Chris) no elenco, Whiskey Cavalier (ABC) mistura uma agente da CIA, interpretada por Lauren, com um agente do FBI, vivido por Scott Foley (Scandal). A trama promete agradar aos fãs de espionagem.

A ABC também apresenta outra série policial, mais voltada para o povão. Com Nathan Fillion (Castle) no papel principal, The Rookie narra uma história real, de um quarentão que se torna o recruta mais velho a entrar na polícia de Los Angeles.

O decano Dick Wolf, mente por trás das franquias Law & Order e das séries ambientadas em Chicago, da NBC, volta à rede CBS após 20 anos para fazer FBI, série que segue a linha "crime do episódio" e promete mostrar os bastidores da polícia federal norte-americana, sob o ponto de vista de agentes em Nova York.

Durante o evento de apresentação das novas séries, o presidente de entretenimento da CBS, Kelly Kahl, previu que FBI será o drama de maior audiência na temporada 2018-2019. A conferir.

Leia também

 

 

Enquete

Quem deve ter o pior final em Deus Salve o Rei?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook